IMUNIZAÇÃO: SAIBA COMO SE VACINAR FORA DO PERÍODO DE CAMPANHAS

sábado, 19 de janeiro de 2013

Por Assessoria de Imprensa da SMS/Goiânia

Além dos períodos de campanha qualquer usuári do Sistema Único de Saúde pode, fora desses períodos, obter as vacinas facilmente nas unidades de saúde. Goiânia possui 83 salas de vacinas distribuídas em todo o município

Anualmente, a Secretaria Municipal de Saúde promove três campanhas de imunização da população a determinadas doenças: Campanha de Vacinação contra a Gripe (abril), Campanha de Vacinação contra a Poliomielite (junho) e Campanha de Multivacinação (agosto). Essas campanhas acontecem em períodos já tradicionais, no entanto, quem deseja se proteger de alguma doença fora dos períodos de campanhas, pode obter as vacinas facilmente nas unidades de saúde. Goiânia possui 83 salas de vacinas distribuídas em todo o município.

Ao contrário do que é pensado, não é necessária a apresentação de receita médica para receber as vacinas do calendário básico de vacinação. Nem mesmo o cartão de vacinação é completamente necessário para ser imunizado. Caso o usuário tenha perdido o cartão de vacinas, ele receberá outro na unidade de saúde, contudo terá de iniciar novamente seu esquema vacinal.

Das vacinas oferecidas pelo SUS apenas a referente à gripe (Influenza) não fica disponível o ano todo. O período da campanha de vacinação contra o vírus acontece entre os meses abril e maio, pois é uma fase que antecede o inverno, quando o número de casos de gripe aumenta. Ainda, o vírus da gripe é capaz de mudar suas características com muita frequência, por isso a cada ano é necessário que se tome uma nova vacina.

Crianças ao nascerem são vacinadas e recebem na maternidade a caderneta com as vacinas às quais foram realizadas. Até completarem cinco anos, elas recebem vacinas que as protegem contra 16 doenças, como poliomielite (paralisia infantil), pneumonia, meningite, sarampo, rubéola, diarreia, entre outras.

Ressalva
A única ressalva para a imunização acontece quando há necessidade de tratamento com soro, como por exemplo, no caso de ferimentos (soro antitetânico) ou mordidas por cão/gato (soro anti-rábico), pois este só deve ser realizados em unidades de emergência, visto que o soro pode causar reações alérgicas. Nesse caso, há necessidade de uma receita médica, pois o usuário precisa receber uma pré-medicação antes do soro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela a atenção!