Ganho de peso na infância

sábado, 4 de janeiro de 2014

Por Mônica Brandão  para bebe.abril.com.br

Bebê gordinho é sinônimo de saúde? Crianças gordas serão adultos obesos? Investigamos esses e outros pensamentos populares para descobrir o que é mito e o que é verdade

Bebês que nascem gordinhos são mais saudáveis
Mito. Os pais adoram ver o recém-nascido cheio de dobrinhas. Associam o excesso de fofura à saúde e falam com orgulho que o filho já usa macacão tamanho médio. Os médicos têm outra opinião e olham com desconfiança para quem nasce com mais de 4 quilos. Um dos temores é que a mãe tenha apresentado diabetes gestacional, uma doença silenciosa que pode não ter sido diagnosticada durante os nove meses. O diabetes pode causar ganho excessivo de peso, imaturidade pulmonar e problemas metabólicos no bebê. Outro receio é que esses pais tentem manter o padrão inicial de fofura e alimentem excessivamente a criança. Pode parecer cedo para falar em obesidade infantil, mas pesquisas recentes sobre o assunto comprovam que é mesmo no início da vida que o problema começa. E não é só isso. Um estudo realizado pela Universidade da Carolina do Norte, EUA, com bebês de até 18 meses, concluiu que a obesidade pode atrapalhar o desenvolvimento motor da criança. O pequeno pode demorar mais para engatinhar e andar, por exemplo. Fatores genéticos também contam, então um bebê pode, sim, nascer gordinho e ser saudável. Os exames realizados na maternidade é que vão mostrar como está sua saúde.

Continue lendo aqui

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela a atenção!