Baby Led Weaning: uma nova forma de introduzir os sólidos

sábado, 26 de abril de 2014

Por Mônica Brandão para bebe.abril.com.br

Já pensou em oferecer comidinha picada no lugar da papinha? Esta nova maneira de apresentar os alimentos aos bebês vem ganhando cada vez mais adeptos. Saiba o que dizem os experts sobre a técnica BLW.

Suco de laranja, papinha doce, papinha salgada... A sequência tradicional de introdução de alimentos sólidos na alimentação do bebê vem sendo usada com pequenas variações ao longo do tempo — do número de ingredientes à mistura de sabores. No entanto, uma nova técnica, conhecida entre os especialistas como Baby Led Weaning (BLW), que incentiva a autonomia do bebê durante as refeições, tem conquistado cada vez mais adeptos na Europa, nos Estados Unidos e, mais recentemente, também no Brasil.
Criado pela britânica Gill Rapley, consultora em saúde e autora do livro Baby-led Weaning: Helping Your Baby To Love Good Food ("Baby-led Weaning: ajudando seu bebê a amar boa comida", em português), o termo refere-se a uma alimentação sem o uso de colheres, papinhas ou mingaus, guiada pelo bebê. Saiba o que nutricionistas e pediatras dizem sobre este novo método e como ele pode ajudar seu filho a comer melhor.

Como funciona a técnica Baby Led Weaning?
Baby Led Weaning (BLW) é uma forma de introduzir os alimentos sólidos diferente das papinhas tradicionais. A proposta é que por volta dos seis meses de vida, o bebê comece a fazer as refeições junto com a família, sentado em seu cadeirão. A comida é oferecida picada, em formas e tamanhos que eles sejam capazes de segurá-la com as mãos e levá-la à boca. Assim, a criança vai comer o que quiser e na velocidade que quiser, sem pressão por parte dos pais – o que a incentiva a ter maior confiança. “Os bebês aprendem fazendo. Eles são movidos por curiosidade e querem, naturalmente, manipular e explorar coisas novas — incluindo alimentos”, afirma Gill Rapley.

Continue lendo aqui

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela a atenção!