ESCOLAS DA REDE MUNICIPAL RECEBEM VACAS DA COW PARADE

terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Por Daniela Rezende para SECOM/Goiânia

As esculturas, do tamanho de um bezerro, serão pintadas por alunos das escolas municipais e expostas nos principais pontos da cidade

Nove escolas da Rede Municipal de Educação (RME) recebem nesta terça-feira, a partir das 8h30, esculturas de vacas da exposição Cow Parade. As esculturas, do tamanho de um bezerro, serão pintadas por alunos das escolas municipais e expostas nos principais pontos da cidade, juntamente com as outras 50 vacas confeccionadas por artistas plásticos.

Pela ordem, as escolas que receberão as esculturas são: Hebert José de Sousa, Marcos Antônio Dias Batista, Maria da Terra, Dom Fernando dos Santos, Engenheiro Antônio Félix da Silva, Ana das Neves de Freitas, Marechal Ribas Júnior, Bárbara de Souza Morais e Grande Retiro.

Após a pintura e exposição, as vacas serão leiloadas e o dinheiro arrecadado será revertido para instituições de caridade.

ProjetoA Cow Parade, conhecida no Brasil por “Circuito das Vacas”, ocorre há 11 anos e já passou por 90 cidades em todo mundo. No Brasil, já participaram do projeto São Paulo, Belo Horizonte, Curitiba, Rio de Janeiro e Porto Alegre.

ServiçoAssunto: Escolas da Rede Municipal recebem esculturas da Cow Parade
Local: Escolas da RME
Data: Terça-feira, 31
Hora: a partir das 8h30
Contato: Assessoria de Comunicação – SME – 3524-5054

20 questões sobre sexo no pós-parto

Por Maria Luiza Lara para bebe.com.br
Retomar a vida sexual depois que o bebê nasce nem sempre é uma tarefa fácil para os novos pais. Como lidar com isso e não deixar a relação esfriar?


1. Quando a mulher pode voltar a ter relações sexuais?

De 30 a 40 dias depois do parto. "O interior do útero estará se refazendo das mudanças ocasionadas pela gravidez", explica Eduardo Vieira da Motta, ginecologista e obstetra do Hospital Israelita Albert Einstein, de São Paulo. Além disso, nessa fase, a penetração, além de dolorosa, aumenta o risco de a mulher desenvolver algum tipo de infecção no útero. "Mas interromper a relação sexual não significa interromper as carícias e o contato entre o casal", alerta Margareth Mello dos Reis, psicóloga clínica e terapeuta sexual e de casais do Instituto H. Ellis, em São Paulo.

2. Se estiver se sentindo bem antes da alta médica, as relações estão liberadas?

O recomendado é que não. Independentemente de ter sido realizado um parto vaginal ou uma cesárea. Lembre: seu organismo está se recuperando e isso leva tempo.

3. Os pontos do corte podem estourar no ato sexual?

No parto normal, quando o médico percebe a necessidade de maior espaço para a saída do bebê, é feito um corte entre a vagina e o ânus. Esse corte é chamado de episiotomia. O tecido é costurado após a criança nascer e os pontos cicatrizam em 30 dias, o mesmo período de recuperação dos tecidos da vagina. O tempo de cicatrização equivale ao do resguardo. Agora, se houver relação nos primeiros dias após o parto, especialmente na primeira quinzena, há, sim, o risco de os pontos se romperem.

4. No caso de ter sido necessário recorrer ao fórceps ou a ventosas, o retorno a vida a dois muda?

Não. O tempo de espera é o mesmo: de 30 a 40 dias

5. No parto normal, mulheres que tiveram bebês muito grandes ou que foram sujeitas a um parto demorado têm mais problemas para se adaptar?

Depende. Algumas vezes, esses partos exigem demais da musculatura vaginal. A consequência disso é a redução do tônus muscular na região. O que os médicos recomendam, nesse caso, é a prática de exercícios locais. Isso ajudará a retomar a vida sexual com o mesmo prazer de antes da gravidez.

6. O parto normal muda a parte interna da vagina? Ela volta ao que era antes?

Sim, mas para isso a mulher deve investir em exercícios. O tecido vaginal e a musculatura ao seu redor são elásticos para permitir a passagem do bebê. Eles estão preparados para todo esse processo. Porém, para a recuperação, é indispensável fazer exercícios específicos para fortalecer os músculos da vagina. O ginecologista pode prescrever alguns deles.

7. O pompoarismo adianta alguma coisa?

Sim, mas para isso a mulher deve investir em exercícios. O tecido vaginal e a musculatura ao seu redor são elásticos para permitir a passagem do bebê. Eles estão preparados para todo esse processo. Porém, para a recuperação, é indispensável fazer exercícios específicos para fortalecer os músculos da vagina. O ginecologista pode prescrever alguns deles.

8. Pode ser preciso uma intervenção cirúrgica?

Sim, mas apenas em casos extremos, de partos muito traumáticos, e quando os exercícios não foram suficientes.

9. Em caso de cesárea, é preciso esperar ela cicatrizar para voltar a fazer sexo?

Sim. E esse tempo gira em torno de 30 a 40 dias. A restrição é necessária porque existe o risco, apesar de raro, de o corte infeccionar.

10. O sexo no pós-parto pode mudar e ser menos prazeroso?

A libido da mãe e do pai pode ser alterada pela rotina da casa, que passa a se pautar pelos choros do recém-nascido e pelas novas preocupações. Assim, a disponibilidade e a importância dada para as relações sexuais mudam e interferem na dinâmica do casal. Fisiologicamente, o sexo no pós-parto não é menos prazeroso. Há relatos de casais que consideram exatamente o oposto. Mas para isso é importante que marido e mulher tenham, além do planejamento de ter um filho, o hábito de conversar a respeito do que eles podem fazer para preservar a vida a dois. E, atenção, o carinho, a cordialidade e a capacidade de se colocar no lugar do outro devem fazer parte do relacionamento.

11. É normal a lubrificação diminuir?

"Após o parto, os níveis hormonais da mulher ficam mais baixos e isso faz com que a mucosa vaginal fique ressecada e menos lubrificada", explica Eduardo da Motta. A própria prolactina, o hormônio que tem a função de estimular a produção de leite, não ajuda muito e pode inibir a libido da mulher e, por consequência, a lubrificação. Enquanto a mãe estiver amamentando, esse quadro pode se prolongar.

12. É normal sentir dor nas primeiras relações?

A dificuldade na lubrificação pode dificultar o sexo e às vezes causar dor e desconforto. A tendência é que, com o retorno da menstruação, os hormônios se estabilizem e o sexo volte a ser prazeroso do início ao fim.

13. As relações podem ser dolorosas e boas, alternadamente? O que pode estar gerando o desconforto esporádico?

Depois que o corpo está recuperado do parto, não existe uma razão física para sentir dor. O problema, em geral, está ligado à redução da libido. E essa diminuição tem muitas causas, como as noites sem dormir, o cansaço, a baixa autoestima por causa da insatisfação com o corpo - flacidez no abdômen, excesso de peso. Agora, se você perceber que seu prazer reduziu - e muito -, vale a pena procurar a ajuda de um especialista.

14. Existem tratamentos, remédios e formas de contornar a situação?

Até que os hormônios se estabilizem - e isso costuma acontecer com o retorno da menstruação -, o casal pode lançar mão de produtos lubrificantes vaginais. Exercícios físicos e de relaxamento também são aliados da libido.

15. Existem posições mais indicadas para essa fase?

Não. Existem as posições em que o casal se sente mais confortável.

16. Há algum problema em fazer sexo anal nesse período?

O sexo anal é visto por alguns casais como uma alternativa ao período de resguardo. Mas vale saber que ele aumenta o risco de a mulher desenvolver uma infecção, principalmente no útero. "Nesse período de recuperação, é melhor evitá-lo", alerta o ginecologista Eduardo Vieira da Motta, do Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo.

17. Tudo bem receber sexo oral no pós-parto?

Sim. Não há contraindicações para o sexo oral.

18. Durante uma relação, o leite pode jorrar? Como lidar com isso?

A reação a esse e a muitos outros imprevistos que surgem na vida vai depender do casal e do relacionamento que foi construído antes mesmo de se pensar na gravidez. Há quem veja o leite jorrar durante o sexo com naturalidade e quem ache nojento. Mas uma dose de bom humor e cumplicidade é essencial e faz com que ambos superem tais situações com facilidade.

19. E quando o marido perde o interesse por sexo?

Não é só a mulher que enfrenta desafios no pós-parto. O homem passa por uma revolução - menos hormonal e mais emocional. Com a chegada do pequeno, ele assume um novo papel, o de pai. E, para muitos, mãe e sexualidade não combinam. "No imaginário ocidental, a maternidade não combina com o sexo. Essa divisão de sexo como pecado, como algo negativo, acaba não batendo com a pureza cobrada da maternidade", explica Theo Lerner, ginecologista e especialista em sexualidade do Instituto Paulista de Sexualidade. Para completar, o bebê vira o centro das atenções e, por consequência, não raro maridos e companheiros se sentem abandonados pelas mulheres. Aos homens, sobra frustração. E esse cenário só muda e evolui com um remédio: o diálogo franco, sincero e respeitoso.

20. O que fazer quando o sexo é interrompido pelo choro do bebê?

De fato, poucas coisas cortam o clima de um casal como um choro de criança. O ideal é investir em uma aproximação em momentos em que o bebê esteja dormindo. Mas, como todos sabem, os pequenos podem ser imprevisíveis. Por isso, a saída é contar com uma rede social de apoio (babá, mãe, sogra e afins) para conseguir um tempo para o casal namorar. Caso nada disso seja possível - e ele gritar na hora H -, resolvam o problema da criança e, se houver vontade e interesse, voltem de onde pararam. Sem grandes dramas, é preciso levar a vida com leveza!

Conservando o seu calçado

foto: Microsoft
Muitas mulheres gostam de colecionar sapatos, e eu sou uma delas. Mas, como fazer para mantê-los bem conservados por mais tempo. Como tudo é preciso conhecer cada calçado, e preparar os cuidados referentes a cada um.

Sempre que uso um sapato, a primeira coisa que faço após chegar em casa, é deixá-lo para ser guardado no dia seguinte. Assim, o sapato "toma ar" secando fora do local em que é guardado. Após esse período, faço a limpeza passando primeiramente por dentro depois por fora,  uma toalha umedecida, essas usadas para a higienização de bebês. São ótimas pois não estragam o material do sapato, e limpam. Então deixe secar antes de guardá-los. Lembre-se não coloque seus sapatos no sol, pois, podem ser danificados.

Atenção ao material que cada um é feito:

Couro - Após ser limpo, para um brilho e conservação das fibras é importante utilizar cremes especiais, utilizando uma flanela.  Deixe secar e então lustre com uma escova macia ou flanela.

Nobuck e Camurça - Antes de usar sapatos com este material pela primeira vez, aplique impermeabilizante, e reaplique periodicamente. Para tirar sujeiras passe escova de cerdas mais duras, depois aplique um renovador para restaurar a cor e a maciez.

Mais dicas:

- Durante a compra  procure um produto que traga conforto e seja adequado ao seu número.

- Alterne o uso do sapato. Evite utilizar os mesmo par por mais de dois dias seguido, uma vez que o suor e calor gerado pelo uso contínuo diminui a durabilidade do produto.

- Sempre que houver necessidade leve o seu calçado ao sapateiro para reparos.

- Guarde seus sapatos em locais ventilados e  longe da luz solar, luz direta ou mesmo calor. Em relação as botas, é interessante colocar jornais amassados dentro dos canos, antes de guardá-las.

- Para evitar odores de desagradáveis, use desodorante para calçados e talco anti-séptico para os pés. 

- Para manter o couro bem hidratado pode se usar óleo de amêndoas. Com um pano macio espalhe algumas gotas e lustre.

Releases e Material de divulgação para Amandica Indica GO e Patricia Finotti Opinião

O Amandica Indica GO e Patricia Finotti Opinião estão com agendas abertas para receber material de divulgação e releases sobre eventos, feiras e bazares para noivas, motherns, e festas em geral. O material enviando é tanto para divulgação nos referidos blogsites, quanto para cobertura de eventos para matérias a serem publicadas nos mesmos.

Enviem material para finottipatricia@gmail.com.

Atenciosamente,

Patricia Finotti - correspondente do Amandica Indica em GO, e proprietária do Patricia Finotti Opinião

Blocskin

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012


Os produtos Blocskin são da Vitalife Beleza Natural, uma empresa genuinamente brasileira, instalada no coração do Brasil, em um dos principais pólos de cosméticos do país, com dez anos de experiência voltados para o desenvolvimento, fabricação e comercialização, de produtos de beleza, cuidados da pele e proteção solar, sendo vendidos em todo o país.
A Vitalife conta com especialistas de alto gabarito no desenvolvimento de suas formulações, embasado em estudos e modernas pesquisas.
BLOCSKIN FPS 40 - 80G - PELE OLEOSA
Proporciona intensa proteção UVA+UVB, prevenindo o câncer de pele. De textura leve e rápida secagem. Blocskin é não comedogênico. Protege a pele sem obstruir os poros e sem deixá-la oleosa. Contém o Extrato de Chá Verde, agente antioxidante que inibe a ação dos radicais livres, prevenindo o envelhecimento precoce.
BLOCSKIN FPS 40 - 80G - PELE SECA
Proporciona intensa proteção UVA+UVB, prevenindo o câncer de pele e o envelhecimento precoce. Com excelente hidratação sendo indicado para pessoas de pele seca ou ressecada. Possui toque ultra-seco, com textura leve e macia e não obstrui os poros. Possui também o Extrato de Portulaca, que contém características anti-inflamatórias e antiirritantes.
BLOCSKIN FPS 30 - 120G - CORPORAL
Proporciona intensa proteção UVA+UVB, prevenindo o câncer de pele. De textura leve e rápida secagem. Blocskin é não comedogênico. Protege a pele sem obstruir os poros e sem deixá-la oleosa. Contém o Extrato de Chá Verde, agente antioxidante que inibe a ação dos radicais livres, prevenindo o envelhecimento precoce.

CURSO GRATUITO: A ROTINA DOMÉSTICA E CONSCIÊNCIA ECOLÓGICA com Zezé de Souza

CHEGA DE BAGUNÇA!!!.png
Aprenda IMEDIATAMENTE: A ORGANIZAR, CUIDAR/LIMPAR, SEPARAR, DESCARTAR, RECICLAR, e REAPROVEITAR. ORGANIZE-SE!!!Pra deixar sua vida mais leve... sua casa mais organizada, mais verde... e seu orçamento mais suave... participe do CURSO GRATUITO: A ROTINA DOMÉSTICA E CONSCIÊNCIA ECOLÓGICA – com dicas úteis e criativas de cuidados com a casa e organização!
Apoio/Organização: Comunidade Luz da Vida
Facilitadora: Zezé de Souza - Consultora em Limpeza do lar sem o uso de produtos químicos artificiais. Consultora em Organização de Residências e Personal Organizers, qualificada pela OZ! Sistemas de Organização, empresa filiada à NAPO - National Association of Professional Organizers.Data/Horário: 04 de fevereiro/2012 – das 14 às 17:30h
Local: Auditório B, sala 066, Bloco B, Térreo – UNI-ANHANGUERA – Vila Canaã
Ingresso:
doação de potes de sorvete vazios (2 litros) + e/ou óleo de cozinha usado = e/ou frascos de água sanitária e alvejantes = e/ou frascos plásticos de maionese, hidratantes de cabelo, shampoo, medicamentos, etc.Programa: Organização do guarda-roupas/ roupeiro/ Lavanderia e passadoria/ algumas “futilidades úteis”/ sessão “faça você mesmo(a)”/ sorteio de brindes, etc.
SEJA UM MULTIPLICADOR DESSA IDÉIA!Aproveite e presenteie suas amigas com essa oportunidade única:
Convide-as para participar com você dessa aventura!!!
Zezé de Souza
Autora do Livro:
CAPA PARA MEU E-MAIL

Mulheres do rock

domingo, 29 de janeiro de 2012

Por Messias Rei para rockontro.com (publicado em 25/01/2012)



Hoje em dia está na moda dizer que as mulheres estão assumindo o controle, tanto nas empresas quanto na vida pessoal. Acho que o termo usado não deveria ser “tomando conta”, mas sim buscando a igualdade, pois se elas trabalham igual, então porque tratá-las diferentes?

Vocês devem estar pensando: o que isso tem a ver com rock? Pois é, tem tudo a ver.

Mas no mundo do rock essa conquista existia muito e muito tempo.

Vejam ! Se nós, marmanjos, vamos aos shows desses caras cabeludos para ouvir exclusivamente a música, imaginem ir a um show, ouvir música boa, e ainda ter o prazer de ver uma presença feminina em cima do palco?

Ao longo do tempo muitas cantoras mostraram que, para a música não  importa o sexo, mas sim o talento.

Não me atentarei a ordem cronológica dos acontecimentos, mas sim ao que minha lembrança for ajudando.

Começarei com Janis Joplin. É, gosto dela sim e não escondo. Este assunto está resolvido em casa. Com uma voz que encantava o público, uma atitude totalmente à frente de seu tempo, conseguiu deixar sua música e sua marca no mundo musical.

The Mamas & the Papas com duas cantoras excelentes, com um sincronismo nas vozes e um estilo todo irreverente.

Na época do psicodelismo tivemos Grace Slick à frente do Jefferson Airplane.

Pretenders, com Chrissie Hynde no comando.

Quando explodiu o movimento punk um dos grupos pioneiros era formado por mulheres: The Runaways. Com o fim da banda sua guitarrista, Joan Jett, seguiu numa carreira solo muito produtiva.

Tarja Turunen com seus olhos verdes e uma voz de quebrar cristal, encanta o público masculino. Pena que casou com um argentino.


Substituindo Tarja Turunen no grupo Nightwish Anette Olzon, que não deixa nada a desejar.


Amy Lee à frente do Evanescence que, além de ter uma voz linda, um par de olhos hipnotizador, é uma excelente pianista.  


Alanis Morissette, que agrada a todos os públicos, com um som inconfundível. Não tive a oportunidade de assistir à um show dela ainda, mas espero realizar este desejo.


The Cranberries, com a vocalista Dolores que dispensa comentários. Uma ótima banda com uma excelente vocalista.

Para quem acha que as vozes femininas são mais suaves por se tratar  do "sexo frágil", mude essa ideia e conheça o grupo Arch Enemy. A vocalista Angela Gossow derruba qualquer cabeludo de plantão.


Bom, mas no Brasil temos nossas musas também. E como temos...

A rainha do rock, que anunciou sua aposentadoria esta semana: Rita Lee. Não poderia começar a falar de cantoras nacionais sem começar por ela. Afinal, se não fosse ela ter aberto o caminho, muitas das que citarei a seguir não poderiam sequer existir musicalmente.

Ela também estava à frente do seu tempo, e acho que ainda está...

Cássia Eller. Essa conseguiu deixar sua marca registrada. Marca de ótima qualidade, diga-se de passagem.

Paula Toller. Admiro o jeito que ela conseguiu conquistar o seu espaço, com um jeito simples, uma voz macia e muito talentosa.


A Pitty merece todo respeito, pois ela saiu da Bahia, que é um mundo dominado por outros estilos, e conseguiu vencer cantando rock.

Bom, comecei falando de Janis e termino falando de Fernanda Takai. Que coisa, não?

À frente do grupo Pato Fu, ela, com uma voz delicada e que cai muito bem aos ouvidos... Chega, senão me complico. Ela é uma ótima cantora.


Bom, mas essas cantoras e muitas outras que não foram citadas aqui, mas que poderão ser no futuro, contribuíram e muito para o mundo do rock, até mesmo para atrair o público feminino, porque se fosse depender da beleza dos vocalistas da bandas de rock... 

Gabriella Oliveira Fotografias Stúdio Fotográfico

“Recordar é viver...Momentos especiais devem ser registrados com profissionalismo, qualidade e dedicação.”
A Administradora de Empresas e Professora Universitária, Gabriella Oliveira tinha como hobby a fotografia.
Na família era sempre requisitada para registrar todos os momentos. As fotografias faziam o maior sucesso e ela decidiu montar um pequeno estúdio fotográfico, especializando em grávidas e crianças.
Gabriella Oliveira Fotógrafa oficial do Patrícia Finotti Opinião.
(62) 8443-6229


Jumper Trampolim no Buriti Shopping

sábado, 28 de janeiro de 2012

O Buriti Shopping oferece uma atração inédita no Brasil, direto da Flórida, nos Estados Unidos, a Forbrink Indoor Arena Trampoline promete ser a sensação da garotada. A arena, estilo jumper trampolim, possui piso e paredes laterais com molas tensionadas, como uma cama elástica.

Crianças a partir de 10 anos e adolescentes até 13 anos (até 60 kg) poderão gastar suas energias pulando de um lado para o outro na Forbrink. Quem estiver de fora da arena poderá acompanhar cada salto através de um monitor instalado na entrada do espaço. A atração permanece na Praça de Eventos do shopping center até o dia 22 de fevereiro.

Brasil recebe pela primeira vez exposição e show do Rei.

Neste ano são comemorados os 35 anos de morte do rei, e muitas homenagens a Elvis estão sendo programadas em todo o mundo. Em nosso país receberemos pela primeira vez um show de Elvis.

Segundo o jornal O Globo, a turnê "Elvis Presley in concert", que reúne ex-companheiros de palco do cantor com uma projeção de vídeo com  Elvis, terá início em 5 março de 2012 na Europa, e chegará em solo Brasileiro no segundo semestre, com apresentações em São Paulo - Ginásio Ibirapuera, 9/10; no Rio de Janeiro - Maracanãzinho,11/10 - e em Brasília - Ginásio Nilson Nelson,13/10. Ainda, Porto Alegre e  Belo Horizonte, devem receber também a turnê. A venda dos ingressos começam no dia 24 de abril.

Além dos shows também está prevista a exposição "The Elvis Experience", que acontecerá de 11 de setembro a 11 de outubro em São Paulo capital, porém o local ainda indefinido. A mostra tem curadoria da equipe de Graceland, e serão exibidos cerca de 500 objetos, com destaque para o carro vermelho usado em cenas do filme "Feitiço havaiano" (1961), um telefone dourado que era usado por Elvis e o traje branco usado  em 1968, para uma apresentaçã na televisão que ficou conhecido como "O especial de 68". Outro traje famoso usado por Elvis, que será também exibido é o American Eagle Jump Suit, de 1963. Junto a mostra será montada um loja como a de Memphis, cidade natal do ídolo.

Dra. Wanessa Felipe - Psicologia


Sabendo da pressão e do stress do dia a dia da vida cotidiana, o Patricia Finotti Opinião apresenta como parceira a psicóloga clínica Wanessa Felipe. Esta profissional presta atendimento com alguns convênios, planos de saúde, escolas, faculdades e hospitais.
´´Leia mais``
Fazer análise, falar, usar a palavra ... será que isto funciona para obter a paz interior e diminuir doenças?
Os antigos gregos sabiam que a palavra pode ser remédio ou veneno, pode curar ou matar, e nisso eles são confirmados até hoje pela sabedoria popular, que conhece o poder da palavra. Podemos adoecer de uma palavra má, podemos nos curar por uma boa palavra. O povo sabe do poder da palavra, ele é o “inventa línguas”, como dizem os poetas. O cineasta Glauber Rocha costumava andar no meio da multidão em plena avenida Rio Branco, no centro do Rio de Janeiro, só para escutar palavras, e foi numa dessas que ele “recebeu” a idéia do filme “Deus e o Diabo na Terra do Sol”. Escutar a palavra é o que nos leva ao teatro, no dizer de Lacan. Hesíodo dizia que os deuses castigavam os homens mandando-lhes doenças silenciosas, mas Freud mostrou que as doenças falam e que, por isso, podem ser curadas.
É incrível como muitas vezes algo nos incomoda profundamente e nos faz sofrer. Mas não conseguimos fazer nada para mudar a situação. Continuamos presos, porque, paradoxalmente, a dor que atormenta também conforta. Por pior que seja, aceitar o que não vai bem acaba parecendo mais seguro do que tentar uma mudança. Caso se sinta assim, talvez seja hora de acreditar que tem o direito de ser feliz e que pode dar novo rumo a sua história. Que tal começar, buscando a resposta para o problema dentro de si mesmo? A psicanálise é um dos caminhos que podem ajudar nesse processo.
Fazer análise, porém, não é como ir ao médico, que dá o diagnóstico, define um tratamento, marca um retorno e uma consulta para daqui a seis meses. Ela requer várias sessões e mais investimento financeiro, que é com o que a maioria logo se preocupa ao ouvir falar do assunto. Mas em alguns lugares, é possível recorrer a essa terapia gratuitamente ou pagando quanto puder: uma chance, para qualquer pessoa, de conseguir viver melhor o amor, a profissão, o relacionamento com a família, com os amigos, com ela própria.
Psicanálise não é coisa para gente maluca, como aparece no senso comum. “É coisa para todos nós, que andamos por aí, sofrendo nossas paixões, nossas perdas e não conseguindo enfrentá-las”, diz uma psicanalista, existem sintomas que não tem causa física e, portanto, não podem ser tratados pelos meios normais da medicina. Mais da metade dos casos pede tratamento pela escuta, o que só pode ser feito por meio da psicanálise.
Todos nós, mulheres, homens, não importa a idade, sofremos com nossas neuroses. Neurose é, por exemplo, sofrer com o casamento ou outra situação, e “não dar conta de modificá-la nem de romper com esses grilhões”. Quem vive dizendo “não dou conta de” é um bom candidato a ser analisado. A psicanálise faz diferença na vida de qualquer pessoa. Mas que ninguém vá esperando curar-se rapidamente, aviso. Isso pode levar tempo e, certamente, vai doer algumas vezes. Ou várias.
Mexer com os sentimentos e coisas esquecidas pode angustiar. Quando, durante a análise, a pessoa descobre que não faz nada para mudar o que vai mal à sua vida, porque sente prazer no que a faz sofrer, ela pode se assustar e não suportar sua descoberta. Entretanto, o papel do psicanalista é justamente o de ajudá-la para que, mesmo angustiada, consiga ir adiante. “E, acredite, o aprisionamento pode ser vencido”. No fim, há uma libertação do espírito e, um belo dia, a ferida sara.
Mas até para começar a fazer psicanálise é preciso ter a iniciativa de desatar nós, alguns bastante apertados. Parar de ficar no eterno sofrimento, pedindo que alguém cuide de você ou resolva tudo na sua vida é um bom começo. Reconheço que existem situações na vida que tornam esse tipo de atitude mais justificável, como perder o marido, o filho, os braços. “Mas lembre-se de que o iatista Lars Grael perdeu uma perna e deu conta de continuar sendo um atleta”, exemplifico.
Perde-se algo, mas não se pode perder o caminhar, porque ninguém pode ser enterrado vivo. E o papel da psicanálise, comparo, é desenterrar vivos, permitir que a pessoa “dê conta” daquilo que ela vivia dizendo que não dava para, finalmente, conseguir ser feliz e viver com qualidade. “Se uma porta se fecha, abre-se outra. Mas quem só fica olhando para a porta que se fechou, nunca vai ver a outra que está se abrindo.”
Caminho da análise:
- Quem faz análise é chamado de analisando. Quem já fez, analisado.
- Na psicanálise, o analisando precisa dizer tudo o que pensa – o que não é tão fácil como parece – e o analista escuta sem preconceitos ou julgamentos.
- O tratamento psicanalítico pode durar meses ou anos, mas tem fim. Porém, em tempos diferentes para indivíduos diferentes.
- O que determina o tempo de duração não é a personalidade, como por exemplo, jurar que é mestre em dar a volta por cima. Esse tempo é determinado pela forma como o inconsciente foi formado. Muitas vezes, alguém que parece não avançar muito, de repente e em pouco tempo, por uma associação que faz ou porque o inconsciente se revela, anda muitos passos de uma só vez.
- Não há risco de o analisando ficar dependente da psicanálise, quando esta é bem conduzida.
- O analisando tem alta quando ele próprio se autoriza. Uma pessoa sabe que não precisa mais ir ao psicanalista quando se dá por satisfeita, fica livre do que a aprisionava e sente que tem autonomia para seguir sozinha.
- Há quem diga que se esquecer de ir à sessão é sinal de que o analisando está ficando bom. Mas, normalmente, esse esquecimento nada mais é do que uma resistência por achar difícil ir adiante.
- O que mais leva o ser humano a procurar a psicanálise é algo que sempre se repete na vida dele e que o angustia muito, como a dificuldade em assumir sua sexualidade, por exemplo.
- Para começar a fazer análise, é preciso querer mudar para melhor. E isso, tanto um peão de roça quanto um doutor podem fazer, porque a formação e expressão do ser humano são muito parecidas nas paixões e na dor, como a de perder um filho ou a da traição. Portanto, grau de instrução ou formação intelectual não são pré-requisitos.
Dra. Wanessa Felipe
Seu telefone para marcação da primeira sessão é 3945-7448 ou 9688-6506.

XI Encontro de Folia de Reis

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Nazareth no Bolshoi


Por essa você não esperava. Nem nos melhores sonhos. Nazareth no Bolshoi. E com disco novo na praça. Big Dogz saiu quentinho do forno em 2011. A banda vem com metade da usina de força original. O vozeirão rasgado de Dan McCafferty, marca registrada do Nazareth, permanece inalterado. Pete Agnew segue firme no baixo desde sempre. Jimmy Murrison entrou no lugar do guitarrista Manny Charlton, que saiu em 1990 depois de 22 anos de batalha. O baterista Darrell Sweet morreu em 1999. Lee Agnew, filho de Pete, assumiu o posto. Ficou tudo em família.
Nazareth é uma instituição do legítimo hard rock que tira uma onda muito bonita nas baladas. Quem não conhece Love Hurts? Os seis primeiros discos, gravados nos anos 70, são obrigatórios. Principalmente, Hair of the Dog. Malice in Wonderland e Snaz, dos anos 80, merecem destaque. O que eles vão nos apresentar é uma incrível mistura de 30 discos em 40 anos de estrada. Repertório que não acaba. Só pra começar o ano com o pé direito

FICHA TÉCNICA
INTEGRANTES
Dan McCafferty (vocal)
Jimmy Murrison (guitarra)
Pete Agnew (baixo)
Lee Agnew (bateria)
INGRESSOSEm Goiânia:
American Music Bougainville 3954-2202
American Music Buena Vista 3092-6057
Em Brasília:
GTR (61) 3245-7140
RESERVA DE MESA
A reserva é feita na compra do ingresso.
São cobrados 100R$/mesa de 4 lugares e 50R$/mesa de 2 lugares (pagos no check-out), sendo que esses valores são bonificados 100% em consumo. Esses valores não contemplam o valor do ingresso.
Todas as reservas expiram às 22 horas, sendo repassadas aos primeiros na lista de espera.

Texto Bolshoi

Um presente especial para o Valentine´s Day...

O Amor, a Morte e as Paixões

Por Juliana Albuquerque para curtamais.com br

Sete anos após a última exibição, a mostra de cinema O Amor, a Morte e as Paixões está de volta com a promessa de se integrar definitivamente ao circuito goianiense. Nesta nova edição, que começa no dia 26 e termina em 9 de fevereiro no Cine Lumière Bougainville. Foram selecionados 60 filmes inéditos, muitos deles com premiações no Globo de Ouro e nos festivais de Cannes e Veneza.

Entre os destaques da programação está o iraniano A Separação, de Asghar Farhadi, que ganhou o Globo de Ouro de melhor filme em língua estrangeira deste ano e é um dos favoritos a levar o Oscar para casa. O filme, que tem no elenco Peyman Moaadi e Leila Hatami, conta a história de um casal que enfrenta um dilema na hora de escolher onde viver. A mulher quer ir para o exterior para que a filha tenha mais oportunidades e o marido deseja ficar no país e cuidar do pai que tem Alzheimer. O conflito acaba virando divórcio.

Também estão na seleção da mostra os filmes Tetro, de Francis Ford Copolla, J. Edgar, de Clint Eastwood, As Canções, de Eduardo Coutinho, e Quebrando Tabu, de Fernando Grostein Andrande – este último chamou a atenção da mídia ao trazer o ex-presidente Fernando Henrique discutindo a liberalização da maconha. A maior parte dos filmes que está na grade demora ou nem entra no circuito goiano, como lembra o curador, Lisandro Nogueira.
Debatendo cinema

Dos dias 1º a 6 de fevereiro, sempre às 19 horas, serão realizados também debates abertos ao público em torno dos filmes mais importantes. Para o filme A Verdade sobre a Ilha Pinochet já foram confirmados como debatedores o prefeito de Goiânia, Paulo Garcia (PT), e o diretor da Faculdade de Comunicação e Biblioteconomia (Facomb) da Universidade Federal de Goiás (UFG), Magno Medeiros.

Ao todo serão 300 sessões exibidas, com horários entre 13 horas e meia-noite. Os ingressos podem ser adquiridos antecipadamente, no entanto é necessário comparecere mais cedo à bilheteria para escolher a poltrona.

Os ingressos também terão preços diferenciados para a mostra. Inteira: R$ 14 Meia: R$ 7. Quem tiver o cartão do assinante do POPULAR ou do Sindicato dos Docentes da UFG (Adufg) paga R$ 6. Também é possível comprar com antecedência no supermercado Bretas, por R$ 7. Aqueles que possuem cartão VIP do cinema Lumière poderão entrar em qualquer filme da mostra, no entantos os ingressos só poderão ser retirados momentos antes da sessão.

FILMES

* Riscado, de Gustavo Pizzi (Brasil)
* Amor Chega Tarde, de Jan Schütte (Alemanha)
* Que mais Posso Querer, de Silvio Soldini (Itália)
* Saturno em Oposição, de Ferzan Ozpetek (Turquia)
* L’Apollonide – Os Amores da Casa de Tolerância, de Bertrand Bonello (França)
* Eslovênia Girl, de Damjuam Kozole (Eslovênia)
* Inquietos, de Gus Van Sant (EUA)
* Último Dançarino de Mao, de Bruce Beresford (Austrália)
* As Flores de Kirkuk, de Fariborz Kamkari (Itália)
* As Idades do Amor, de Giovanni Veronesi (Itália)
* A Árvore, Julie Bertucelli (França)
* Não Se Pode Viver Sem Amor, de Jorge Durán (Brasil)
* Luzes na Escuridão, de Aki Kaurismäki (Finlândia)
* Estranhos Normais, de Gabriele Salvatore (Itália)
* Aproximação, de Amos Gitai (Alemanha)
* O Homem que Não Dormia, de Edgar Navarro (Brasil)
* Tomboy, de Céline Sciamma (França)
* Triângulo Amoroso, de Tom Tykwer (Alemanha)
* Submarino, de Thomas Vinterberg (Dinamarca)
* Tudo Ficará Bem, de Christoffer Boe (Dinamarca)
* Lola, de Brillante Ma. Mendoza (França)
* Caminho para o Nada Auwe, de Monte Hellman (EUA)
* O Vendedor, de Sébastien Pilote (Canadá)
* Hiroshima – Um Musical Silencioso, de Pablo Stoll (Uruguai)
* A Separação, de AsgharFarhadi (Irã)
* Tetro, de Francis Ford Copolla (Itália)
* Turnê, de Mathieu Amalric (França)
* As Neves de Kilimanjaro, de Robert Guédiguian (França)
* O Porto, de de Aki Kaurismäki (Finlândia)
* Caro Francis, de Nelson Hoineff (Brasil)
* O Homem que Amava as Mulheres, de Joann Sfar (França)
* A Guerra Está Declarada, de Valérie Donzelli (França)
* Poesia, de Chang-dong Lee (Coreia do Sul)
* Adeus Primeiro Amor, de Mia Hansen-Love (França)
* Românticos Anônimos, de Jean-Pierre Améris (França)
* Isto Não é um Filme, de Jafar Panahi e Mojtaba Mirtahmasb (Irã)
* A Chave de Sarah, de Mojtaba Mirtahmasb (Irã)
* Dawson Ilha 10 – A Verdade sobre a Ilha de Pinochet, de Gilles Paquet-Brenner (França)
* O Espião que Sabia Demais, de Tomas Alfredson (França)
* O Conto Chinês, de Sebastián Borensztein (Argentina)
* Tio Boonmee, Que Pode Recordar Suas Vidas Passadas, de Apichatpong Weerasethakul (Tailândia)
* Deixa Ela Entrar, de Tomas Alfredson (Suécia )
* J. Edgar, de Clint Eastwood (EUA)
* Cartas do Kuluene, de Pedro Novaes (Brasil)
* Eu Receberia as Piores Notícias dos Seus Lindos Lábios, de Beto Brant (Brasil)
* Reis e Ratos, de Mauro Lima (Brasil)
* O Carteiro, de Reginaldo Faria (Brasil)
* Casaelétrica.Doc, de Gustavo Fogaça (Brasil)
* Simples Mortais, de Mauro Giuntini (Brasil)
* Quebrando o Tabu, de Fernando Grostein Andrade (Brasil)
* Mãe e Filha, de Petrus Cariry (Brasil)
* Histórias Cruzadas, de Tate Taylor (EUA)
* Réus, de Pablo Fernández (Brasil)
* A Alegria, de Felipe Bragança e Marina Meliande (Brasil)
* As Canções, de Eduardo Coutinho (Brasil)
* As Mulheres do 6º Andar, de Philippe Le Guay (França)
* Habemus Papam, de Nanni Moretti (Itália)
* Beleza Adormecida, de Julia Leigh (Austrália)
* Transeunte, de Eryk Rocha (Brasil)
* Fausto, de Alexander Sokurov (Rússia)

Fonte: Blog Lisandro Nogueira

Oficina du Açúcar


A Oficina du Açúcar nasceu em São Paulo há cinco anos. Acreditando no mercado em plena ascensão do Estado de Goiás e em seu publico exigente e de bom gosto, chega a Goiânia com produtos diferenciados, especializada em alta confeitaria.
Motivada pelo desafio de criar doces inusitados e originais, a Oficina du Açúcar é uma empresa que utiliza ingredientes rigorosamente selecionados. Oferecemos uma linha completa, para as mais diversas ocasiões, produtos que enchem os olhos e o sabor é uma fina sensação.
Em 2011, a Oficina du Açúcar recebeu o Premio Megha Profissionais 2011, na categoria Revelação.

Aula Inaugural - Especialização em Epidemiologia, Vigilância e Serviços de Saúde


CONVITE - AULA INAUGURAL
Especialização em Epidemiologia, Vigilância e Serviços de Saúde.

Palestra: Epidemiologia e suas aplicações na gestão dos serviços de saúde.

» Dr. Otaliba Libânio de Morais Neto
Mestrado em Saúde Coletiva pela Universidade Estadual de Campinas . Doutorado em Saúde Coletiva pela Universidade Estadual de Campinas. Foi Secretario Municipal de Saúde da Prefeitura de Goiânia-Goiás no período de 2001 a 2004. Foi diretor do Conselho Nacional de Secretários Municipais de Saúde no período de 2001 a 2004. Presidente do Conselho Estadual de Secretários Municipais de Saúde de Goiás no ano de 2004. Diretor do Departamento de Análise de Situação de Saúde da Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde a partir de 2005 até hoje.

Dia: 03 de fevereiro às 18h00

Local: INCURSOS: Rua R-006, nº 151, Qd. R-06, St. Oeste. Goiânia/GO

Exposições Interativas no Flamboyant Shopping Center

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Viagem pelo universo com Planetário Tatanka
O Planetário Tatanka, que une diversão e conhecimento, poderá ser conferido no Flamboyant Shopping Center, até o dia 13 de fevereiro.
Durante trinta minutos, os participantes da sessão poderão examinar o céu noturno do hemisfério sul e norte, com projeção de constelações e a simulação de uma viagem pelo Universo. Belíssimas imagens produzidas pelos mais modernos telescópios fazem parte da apresentação. O passeio se encerra com o retorno ao nosso planeta e uma exposição mostrando que vivemos numa pequena joia cósmica que precisa ser preservada.
Uma cúpula inflável de 5 metros de diâmetro e 3,2 metros de altura, que ficará instalada no espaço cultural – piso 3, abriga equipamentos digitais e eletromecânicos que permitem a simulação do Universo e da beleza do céu noturno.
A atração poderá ser conferida até o dia 13 de fevereiro e o ingresso custa R$ 7,00 (preço único).
ServiçoPlanetário Tatanka
Data: até 13 de fevereiro.
Horário: 10h às 22h, com sessões a cada 30 minutos.
Valor: R$ 7,00 (preço único)
Lotação máxima: 25 pessoas


Exposição interativa Planeta dos Macacos
A atração interativa Planeta dos Macacos – A Exposição, pela primeira vez em Goiânia, promete uma experiência cheia de mistério e suspense, além de muita emoção. Inspirada no mundo dos primatas, a exposição poderá ser conferida no Espaço Cultural do Flamboyant Shopping Center – Piso 3.
Atores caracterizados e 15 réplicas de macacos, como chimpanzés e gorilas, que podem chegar a cinco metros de altura, deixam a atração ainda mais emocionante. O cenário traz plantas artificiais, sistemas de som e iluminação especiais, que despertam medo, curiosidade e adrenalina durante o percurso. Além da tradicional contemplação, o visitante se depara com surpresas, inclusive com alguns primatas fugindo de suas jaulas e perseguindo os visitantes.
O ingresso para participar custa R$ 10 (preço único). O evento é recomendado para crianças a partir de 7 anos, mas menores desta idade podem participar desde que acompanhados pelos responsáveis.
Serviço
Planeta dos Macacos – A Exposição
Ingresso: R$ 10 (preço único).