As Fantásticas Paisagens das Capas de Roger Dean

domingo, 30 de junho de 2013

Por Paulo Fernandes para rockontro.com

Roger Dean em seu estúdio
Roger Dean em seu estúdio


ILHAS DA FANTASIA

Eu pegava as capas dos discos do Yesprincipalmente a do “Relayer”, e ficava passeando por aqueles caminhos de sonho e imaginando o que encontraria em cada canto escondido daqueles planetas misteriosos (pois aquilo não parecia ser deste mundo).

Relayer (Yes)


Roger Dean está para o Yesassim como Storm Thogerson está para o Pink Floyd. Dean é responsável pela identidade visual do Yes com suas ilustrações que retratam paisagens fantásticas e coloridas.

Union (Yes)


Nascido na Inglaterra em 1944, Dean começou trabalhando com design e, em suas palavrasinvençãoDuas de suas “invenções” ficaram famosasuma cadeira “Ouriço do Mar”, que se adapta à posição de quem se senta, e a cadeira “Vagem” que aparece no filme “LaranjaMecânica”.

    
Cadeira "Ouriço do Mar"                                                                  Cadeira "Vagem" (imagem do filme "Laranja Mecânica")


Mais recentemente ele criou modelos de casas semelhantes às suas construções orgânicas que aparecem em suas ilustrações artísticas.  

As residências "orgânicas"

 PAISAGENS DE OUTROS MUNDOS

primeiro trabalho de Roger Dean para capas de discos é de 1968, para a banda The Gun.

Sua duradoura parceria com o Yes começou em 1971 com “Fragile”, quarto álbum da banda inglesa.

Fragile (Yes)

Além das capasele é responsável também pelo rechonchudo logotipo do Yes, que apareceu pela primeira vez no álbum “Close to Edge” de 1972.

Close to the Edge (Yes)


Além do Yes, Dean fez capas memoráveis para outros artistasentre outrosUriah HeepOsibisaAsiaGentle GiantAnderson Bruford Wakeman Howe, Steve Howe, Greenslade e Rick Wakeman.

Tales from Topographic Oceans (Yes)


The Magician's Birthday (Uriah Heep)


Woyaya (Osibisa)


Asia (Asia)


Octupus (Gentle Giant)


An Evening of Yes Music Plus (Anderson Bruford Wakeman Howe)


Beginnings (Steve Howe)


Greenslade (Greenslade)


Return to the Centre of the Earth (Rick Wakeman)

“Eu não penso em mim como um artista do fantástico, mas como pintor de paisagens" (Roger Dean).

"Freyja's Castle"


Quem assistiu ao filme “Avatar”, e entretanto nunca viu uma paisagem de Roger Dean estampada numa capa de disco, terá uma idéia do trabalho do artista que as rochas flutuantes, a vegetação exuberante e os coloridos dragões alados que aparecem naquele filme lembram bastante os elementos usados por Roger Dean em seus trabalhos.

Esse dragão é do Roger Dean!
  
Roger Dean conseguiu criar um estilo distinto e inimitável com suas ilustraçõestanto que basta-nos uma simples olhada para dizermos“esta é uma capa desenhada por Roger Dean”.
  
ARTE TOTAL II, A VOLTA

Muito se fala nos dias de hoje na volta do vinilmas como diria o José Maurício “Por que “volta”, se ele nunca foi embora?”. O fato é que o formato está sendo revalorizado e com issocreio euteremos o surgimento de boas novidades no universo fascinante das capas de discos. Confirmando o apelo de Richard Wagner pela obra de arte total (Gesamtkunstwerk).

Capa interna de "Close to the Edge" do Yes


Visite o site de Roger Dean ao clicar na imagem:     

Um tempo para a mãe

sábado, 29 de junho de 2013

Por Bruna Stuppiello para bebe.com.br

Entre fraldas e mamadas, é importante que a mulher também cuide de si para o bem-estar e saúde dela e do filho. Confira dicas de como fazer isso


Após o nascimento do bebê é natural que o tempo que a mãe tinha para si torne-se incrivelmente reduzido. “No começo o pequeno precisa de alguém que se dedique integralmente a ele, mas é claro que a mulher também necessita estar assistida pelo companheiro, família e Estado”, explica a psicóloga Vera Iaconelli, diretora do Instituto Brasileiro de Psicologia Perinatal – Gerar e doutora em psicologia pela Universidade de São Paulo.

Porém, conforme o pequeno cresce também é esperado que toda esta necessidade da mãe diminua gradualmente e que a criança fique também com outros cuidadores. “Cada vez mais a mulher vai retomando a vida dela porque um filho não é para consumo próprio. Ele é criado para viver fora das relações com os pais, há algo de lançar o outro para o mundo paulatinamente e para que isso funcione é fundamental que a mãe tenha a vida dela, pois se for tudo para a criança, o pequeno não poderá se lançar para o mundo”, constata Iaconelli. Além disso, a mãe que não dedica um tempo para si ficará muito estressada e isto pode até prejudicar a sua saúde.

A fim de ajudá-la a encontrar um tempo para você, a psicóloga Tania Haberkorn, sócia fundadora do Instituto Mãe Pessoa, elaborou um questionário. Confira as perguntas e as observações da doutora:

Eu sei quais são as minhas prioridades?
“Não adianta querer pedir se você não sabe o que está precisando. Identifique o que você necessita e comunique para as pessoas a sua volta”

Eu estou sabendo pedir o que preciso das pessoas a minha volta?
“É um trabalho também conseguir transmitir para o outro o que você precisa e não explodir para o outro o que você necessita” Continue a leitura clicando aqui

Programação de 28 a 30 de junho

sexta-feira, 28 de junho de 2013

Colaborou Gyn Cultural e SECULT/Goiânia

Projeto Cortina Aberta

29/06 [sábado] - Espetáculo: Ora Bolas - 15h30
Grupo: Três Marias
Sinopse: O espetáculo apresenta diversos quadros que exploram tipos variados de manipulação. O apresentador interage com a plateia de modo que esta se sinta parte integrante do espetáculo, bem como faz despertar o interesse e a curiosidade para o que poderá acontecer. Ao sabor da memória da infância - trazida por meio da valorização do ouvir e contar estórias, dos brinquedos inventados e das cantigas que embalaram tantas gerações de crianças - Ora Bolas se desenrola como um novelo no labirinto mágico da imaginação.

Local: Sesc Faiçalville, Av. Ipanema, nº 1.600, Setor Faiçalville
Ingresso: 1 litro de leite longa vida
Informações: (62) 3522-6325/6350


Balada Literária com Marcelino Freire
O Centro Cultural Oscar Niemeyer convida para o projeto “Balada Literária”, que acontecerá no próximo dia 28/06 (sexta), às 20h, com entrada franca. Para esta edição, o convidado é o escritor Marcelino Freire.


Programação do Teatro Goiânia

27 a 30/06 [quinta a domingo] - Espetáculo: A Farpa - 19h30 (quinta e domingo) e 20h (sexta e sábado)
Grupo: Cia. Mínima
Sinopse: Brigado com o pai, Júlio vai para a metrópole. Anos depois, ao voltar, percebe os sinais do tempo: pai e irmão caçula dementes, a irmã do meio confusa, a mais velha "morrida" e os constantes lamentos de uma mãe sofrida. A dramaturgia do espetáculo é tecida por elementos poéticos, resultantes das experiências dos próprios artistas, pré-textualizado e intertextualizado por diálogos de metalinguagem com o universo da poesia de Guimarães Rosa, aliada às composições poéticas do artista plástico Paulo Fogaça.
Ingressos: R$ 30,00 (inteira) e R$ 10,00 (antecipado)
Classificação etária: 15 anos
Local: Teatro Goiânia, Rua 23, esquina com Av. Tocantins e Anhanguera, n. 252, Centro.
Informações: (62) 3201-4684


Programação do Centro Municipal de Cultura Goiânia Ouro

Café Cultura

28/06 [sexta] - Jazz com a Banda Goyaz Jazz - 22h (Entrada franca)
Até 03/07 - Exposição individual de Lílian Tôrres - 8h às 22h (segunda a sexta) e 10h às 22h (sábados e domingos) (Entrada franca)

Teatro

28/06 [sexta] - Espetáculo: Pelo Prazer da Coisa - 21h
Grupo: Cia. de Teatro Eduardo de Souza
Sinopse: A peça conta a estória de dois jovens que se apaixonam perdidamente e que não medem esforços para que esta união aconteça. Os pombinhos enfrentam a proibição dos pais, que se odeiam por antigos desafetos, como na estória original, mas o desejo de estarem juntos fala mais alto e supera todos os obstáculos, encontrando abrigo nos conselhos "transcendentais" do grande Guru Kuda Ema, um líder nada convencional, fundador da Astral Cibernética. Direção: Eduardo de Souza. Elenco: Paulo Baritchelli, Jonas Queiroz e Vinicius Lira.
Ingresso: R$ 20,00 (inteira)
Classificação etária: 16 anos

29 e 30/06 [sábado e domingo] - Espetáculo: O Copo de Leite - 21h (sábado) e 20h (domingo)
Grupo: Cia. de Teatro Sala 3
Sinopse: No início do Século XX, uma família esconde um segredo imoral. Lot, o pai, é assassinado por envenenamento e, dentre os principais suspeitos, estão as próprias filhas: Lisa, a filha mais velha, amada e querida pelo pai, e Bárbara, a irmã surda e muda, que se recusa a se comunicar. Por trás deste misterioso crime, está um grande tabu, que mudará por completo o destino destas duas irmãs. Direção: Altair de Sousa. Elenco: Aline Isabel, Eduardo Teixeira, Fred Policarpo e Renata Weber.
Ingresso: R$ 10,00 (preço único)
Classificação etária: 14 anos

Cinema

28/06 [sábado] - Assim É, Se Lhe Parece (2011, 75 min.)
29/06 [domingo] - Ex-Isto (2011, 86 min.)

Local: Centro Municipal de Cultura Goiânia Ouro, Rua 3, esquina com Rua 9, n. 1.016, Galeria Ouro, Centro.
Tel.: (62) 3524-2541/2542


Programação do Teatro Sesi

28/06 [sexta] - Show: Um Ser de Luz - Revivendo Clara Nunes - 21h
Sinopse: Sob a direção artística de Ney Couteiro e direção cênica de Danilo Alencar, a cantora Sabah Moraes comemora seus 15 anos de carreira revivendo músicas consagradas na voz marcante de Clara Nunes. Sabah será acompanhada por um coral formado por cinco meninas (Clara Couteiro, Luísa Couteiro, Amanda Lisboa, Laura Olímpio e Thainá Janaína) e pelos músicos Ney Couteiro (violão), Nonato Mendes (cavaquinho e baixo), Everton Luiz (flauta), Edilson Moraes, Sérgio Pato e Diego Amaral (percussão).
Ingresso: R$ 40,00 (inteira)

29/06 [sábado] - Show: Tributo a Cartola - 21h
Sinopse: Formado pelos músicos Júlio Lemos (violão), Everton Luiz (flauta) e Diogo Amaral (percussão), o Choro in Trio vai executar 16 canções do compositor, cantor e violonista carioca Cartola. O show contará com participação dos cantores Pedro Oliveira e Cláudia Garcia. Imagens serão projetadas em um telão, durante o show, com destaque para uma foto clássica de Cartola com Dona Zica, sua inseparável companheira e primeira dama de Escola de Samba Mangueira.
Ingresso: R$ 20,00 (inteira)

Local: Teatro Sesi, Av. João Leite, nº 1.013, Setor Santa Genoveva (ao lado do Clube Antônio Ferreira Pacheco)
Informações: (62) 3219-1307www.teatrosesi.com.br


Programação do CEP em Artes Basileu França

29 e 30/06 [sábado e domingo] - Espetáculo: Crônicas do Paço Municipal, de Hugo Zorzetti - 20h
Grupo: Cia. d’Humor
Ingresso: R$ 20,00 (inteira)

Local: Centro de Educação Profissional em Artes Basileu França, Av. Universitária, nº 1.750, St. Universitário.


Projeto Cinema no Museu Antropológico

O Projeto Cinema no Museu Antropológico convida para a sessão do filme “Dona Flor e Seus Dois Maridos”, seguida de debate com o professor Reginaldo Teixeira Mendonça (UFG), com entrada gratuita e direito a declaração de participação.

28/06 [sexta] - 14h
Dona Flor e Seus Dois Maridos (Dir. Bruno Barreto, Brasil, 1976, 110 min.) - Baseado no livro de Jorge Amado, durante o Carnaval de 1943, na Bahia, Vadinho, um mulherengo e jogador inveterado, morre repentinamente e sua mulher, Dona Flor, fica inconsolável, pois, apesar de ele ter vários defeitos, era um excelente amante. Mas, após algum tempo, ela se casa com Teodoro Madureira, um farmacêutico que é exatamente o oposto do primeiro marido e passa a ter uma vida tediosa, e, de tanto chamar pelo marido, um dia ele apareceu nu em sua cama.

Endereço: Museu Antropológico da UFG, Auditório Professor Acary de Passos Oliveira, Av. Universitária, n. 1.166, St. Universitário (Praça Universitária).
Mais informações: 3209-6375/6397


Mostra Ingmar Bergman e Woody Allen no Cine UFG

28/06 [sexta]
12h00 - Manhattan (96 min.)
17h30 - A Rosa Púrpura do Cairo (81 min.)

Local: Cine UFG, Faculdade de Letras, Campus II.
Ingresso: R$ 6,00 (inteira)
Informações: (62) 3521-1267cineufg@gmail.com



Programação do Bolshoi Pub


28/06 [sexta] - Show com Black Hat - Wederson (voz), Carlos Alexandre (guitarra e voz), Nilo Faria (baixo e voz), Glauber Targino (guitarra e voz), Marcelo Guzzo (bateria).
29/06 [sábado] - Tô nos 30, com Michael Cutting (voz e guitarra), Rodrigo Paladino (guitarra e voz), Tiago Ribeiro (baixo e voz) e Washington Micena (bateria e voz).
30/06 [domingo] - Café Filosófico Entre Amigos, com Will Goya. Tema: “Filosofia Política Hoje: Desobediência Civil, Obediência ao Estado”, com participação de Frederico Gustavo Fleischer (o Instituto Packter emitirá certificado de participação àqueles que solicitarem) - 17 às 19h30. Ingresso: mínimo de 2,0 kg de alimentos não perecíveis (exceto sal, farinha e fubá), a serem doados a instituições de caridade.

Endereço: Rua T-53, esq. c/ T-2, n. 1.140, St. Bueno

Save 2º Wedding Connection

quinta-feira, 27 de junho de 2013


Goiânia Ouro recebe mostra do Itaú Cultural

Por Janda Nayara

O Itaú Cultural apresenta de 26 a 30 de junho, no cinema do Centro Municipal de Cultura Goiânia Ouro, a Mostra ICONOCLÁSSICOS, com uma série de filmes sobre artistas brasileiros contemporâneos. A seleção traz documentários sobre o músico e compositor Itamar Assumpção, o artista plástico Nelson Leirner, o dramaturgo José Celso Martinez Corrêa e o cineasta Rogério Sganzerla. E também uma adaptação do livro Catatau, do poeta Paulo Leminski. Todos referências na produção cultural nacional.
São três sessões diárias, às 12h30, 15h e 20h. A entrada é franca.


Mr. Sganzerla – Os Signos da Luz (100 min, 2011)

Dia 26 – 12 30h, 15h e 20h

Mr. Sganzerla – Os Signos da Luz é o quinto filme produzido e encerra a série Iconoclássicos. O filme apresenta o universo do cineasta Rogério Sganzerla pela lente de Joel Pizzini. Para falar de Sganzerla, Pizzini utilizou o universo desse que é um dos principais cineastas brasileiros, morto em 2004.  Trata-se de um filme-ensaio que recria o ideário por meio dos signos mais recorrentes de sua filmografia, como Orson Welles, Noel Rosa, Jimi Hendrix e Oswald de Andrade.

EVOÉ! - Retrato de um Antropófago (104 min, 2011)

Dia 27 - 12 30h, 15h e 20h
Quarto filme da série produzida pelo Itaú Cultural, EVOÉ! – Retrato de um Antropófago revela o fundador do Teatro Oficina em toda sua potência criativa.O diretor Tadeu Jungle mistura de forma labiríntica depoimentos recentes e imagens históricas da carreira do diretor, ator e dramaturgo Zé Celso. Personagem único, ele guia o documentário como narrador principal. Entre os arquivos utilizados no documentário estão programas jornalísticos, vídeos pessoais do artista e registros dos espetáculos e bastidores do Teatro Oficina, fundado em 1958.  

Assim É, Se Lhe Parece (75min, 2011)
Dia 28 - 12 30h, 15h e 20h
Terceiro filme da série Iconoclássicos, Assim É, Se Lhe Parece, com direção de Carla Gallo, é um retrato de Nelson Leirner “sem a pretensão de alcançar a verdade e é avesso ao enaltecimento do artista”, observa a diretora. Nesse documentário em particular, o público se vê às voltas com a arte irreverente, crítica e provocativa de Leirner, traduzida na sua forma de pensar arte e de viver a vida.
  
Ex isto (86min, 2011)
Dia 29 - 12 30h, 15h e 20h
Com direção de Cao Guimarães e João Miguel como protagonista, Ex isto é o segundo filme da série Iconoclássicos e se baseia no romance Catatau do poeta Paulo Leminski. Convidado pelo Itaú Cultural a realizar um filme que dialogasse com a obra do poeta que marcou toda a sua geração e as que vieram atrás, Cao Guimarães escolheu inspirar-se livremente no romance Catatau, escrito em 1975, umas das obras mais emblemáticas de Leminski na qual o autor se deixa levar por uma hipótese histórica: “E se René Descartes tivesse vindo ao Brasil com Maurício de Nassau?”. 

Daquele Instante em Diante (110 min, 2011)
Dia 30 - 12 30h, 15h e 20h
Itamar Assumpção foi fonte de inspiração para Rogério Velloso na direção de Daquele Instante em Diante, que abriu a série de exibições de Iconoclássicos. Para realizar o filme, Rogério Velloso garimpou imagens raras em acervos e arquivos particulares. Durante dois anos mergulhou em um processo intenso de entrevistas e seleção de trechos em mais de 180 horas de gravações. 

Serviço:
Mostra de filmes do Itaú Cultural
26 a 30 de junho
Sessões: 12h30/ 15h/ 20h
Entrada Gratuita