6ª Mostra de Cinema "O amor, a morte e as paixões"

quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Ótima pedida para os amantes da sétima arte. São obras de diversos países, muitas que não são disponibilizadas no circuito comercial de salas de exibição, pelo menos por aqui. Então a oportunidade é única!

A mostra é organizada pelo Professor Lisando Nogueira, e para quem tem interesse em ficar por dentro, e saber a programação é só acessar: http://lisandronogueira.com.br/

Champion troca hastes uma moda que combina com tudo

Ícone dos anos 80 e 90, os relógios Champion que trocam a pulseira, todas coloridas, fizeram e continuam fazendo um enorme sucesso com a galera descolada e teen. Para incrementar esta mania de mudar e estar in, a Champion oferece também o Champion troca hastes, que vem a ser uma linha eyewear. Essa linha oferece opções para óculos de grau, solar e kids. Muito legal, não?


O kit Champion Troca-Hastes vem com um par de hastes na cor da armação e 4 opções de hastes de cores diferentes. Sendo possível colocar lentes de grau nos modelos de sol.
Veja que bacana a versatilidade do Champion troca hastes:

Fique ligado na programação televisiva de Goiás

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Com a abertura maior em relação a programação e divulgação da produção áudio visual regionalizada, hoje temos, vemos e apreciamos muito do que Goiás faz. Além, das redes afiliadas, o destaque principal está mesmo na programação de canais locais, as TVs das duas universidades: TV UFG e PUC TV Goiás. Ainda, a TV Capital e Metrópole News.

Hoje temos profissionais de grande competência elaborando e apresentando programas coerentes, bem produzidos nos quesitos de áudio e de visual, com informações pertinentes e bem pesquisadas. Destaco o Viaja Brasil, Raízes, Rodas e Motores, PUC Acontece, TJ Goiás, Goiás de Norte a Sul, Conexões, Costume, Conhecendo a UFG, No ar TV UFG, Segredos do Sucesso, e claro o Maçonaria em Foco, dos queridos Aparício Donizet e Esmara Borges.

Qualidade de informação e de produção que prendem a atenção do telespectador. Aposte em nossos canais.




Angelo Máximo, uma surpresa no aniversário de meu marido

terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Com Wagner e Angelo Máximo
Ter o privilégio de ter um de seus cantores preferidos em uma apresentação surpresa em seu aniversário, é  maravilhoso.

Em ocasião do aniversário meu e de meu marido, tivemos este privilégio. O de poder contactar um dos maiores ícones da música Brasileira, o Goiano Angelo Máximo, que teve o seu auge nos anos de 1970 e 1980. 
Wagner pai e o filho ao lado de Angelo Máximo
Apresentada a proposta, Angelo Máximo simpaticamente aceitou o meu convite, para o último sábado, 26 de janeiro, ocasião que esteve em nossa capital para outros compromissos e divulgação de seu mais recente lançamento:  Sucessos de Ouro e Muito Mais!, em que traz músicas inéditas: "Elvis não Morreu" , uma homenagem a Elvis Presley, e "Quando a Saudade Doer" , com um clima sertanejo. Além dos sucessos "Domingo Feliz", "A Primeira Namorada", clássicos da música Italiana entre outros.

Meu marido, apenas sabia que teríamos uma pequena recepção organizada por seus pais, para a celebração de nossos aniversários, e que apenas a família estaria presente. Realmente não desconfiava que no início da noite, o interprete de "Você é tudo" e "Um estranho na multidão" chegaria para uma apresentação em sua festa.

Com Wagner Filho e Aparício Donizet -  Programa Maçonaria em Foco
Da surpresa inicial, um bate-papo, fotos com os presentes, autógrafos e entrevista para o Programa Maçonaria em Foco. Depois, a sua magnífica apresentação, com a banda do Estúdio Zero dB. No repertório, de suas canções de sucesso, as inéditas, e clássicas Italianas em homenagem a nossos ancestrais.

Cantando com seu ídolo
"Foi brilhante e inesquecível esta noite. Um privilégio e tanto ter um dos meus cantores preferidos em meu aniversário, e poder cantar com ele" disse Wagner Felipe Filho.

Claro ficamos muito feliz com todas as manifestações de carinho e amizade. Só tenho a agradecer à todos que proporcionaram esta noite. Inicialmente a minha prima Luanna Medeiros por ter organizado juntamente com seus padrinhos Lilla e Wanda Máximo, a apresentação surpreendente e surpresa. O total apoio e carinho dos meus sogros Wagner e Rita na realização deste pequeno festejo, mas de grandes emoções. O casal Mara Rúbia e Olemir Cãndido, do estúdio ZerodB, pela estrutura instrumental e humana: Elvis no violão, Walter no teclado e Panda no baixo, que tanto agradaram Angelo Máximo. Aos cunhados e amigos Esmara Borges, Aparício Donizet e Fernando Abdala, do Programa Maçonaria em Foco, pela presença. Além é claro da presença muito especial, dos irmãos, cunhados, sobrinhos e afilhados, primos. 

Enfim, ficamos extremamente honrados. Obrigada Angelo Máximo por tornar uma data mais que especial.

P.S.: Eu também tive meu momento emocionante. Wagner fez a mesma homenagem do dia nosso casamento, cantando o Medley de dez minutos de Roberto Carlos. Milhares de beijos meu grande amor!


GOFASHION: “Goiás Criativo, Original e Inédito”

segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Por Palavra Comunicação

Semana da Moda de Goiás promove moda e arte, de 30 de janeiro a 1 
de fevereiro, no Centro Cultural Oscar Niemeyer

A próxima edição do Gofashion, Semana da Moda de Goiás, de 30 de
janeiro a 1 de fevereiro, traz mais do que as tendências e as coleções 
outono/inverno 2013 de grandes marcas do Estado. Desta vez inova com um 
espaço exclusivo para os designers goianos mostrarem os trabalhos e 
comprova que a moda e a arte andam de mãos dadas. Com direção artística 
de Cleydson Francisco e direção executiva de Marcelo Safadi, o Gofashion 
lança um conceito multiplural: além dos esperados desfiles, a Semana Da 
Moda de Goiás vai contar com palestras, exposições e pockets shows.





“Teremos nesta edição o Corredor do Design, com participações super
especiais do Café Coreto, Ilustríssima, Daniella Ktenas, Bicicleta Sem Freio, 
Rabiscaria, entre outros”, pontuou Marcelo Safadi. Ele espera que esta 
segunda edição repita o sucesso da primeira e acredita que as inovações vão 
enriquecer e agregar valor ainda mais o evento. 
Já Cleydson Francisco revela 
que o objetivo do Gofashion é promover a moda, o design, mas, acima de 
tudo, colaborar para a promoção do conceito  “Goiás Criativo, Original e 
Inédito”. “Neste sentido, teremos a presença de palestrantes de renome, 
como Erika Palomino, bem como shows com banda e músicos goianos 
modernos, como as bandas Cambriana e a cantora Bruna Mendez que são 
grandes apostas do cenário nacional”, disse o experiente produtor Cleydson 
Francisco, que já assinou a direção artísticas de vários desfiles e campanhas 
de moda do Estado.





Entre os desfiles confirmados estão: Adevania Silveira, Lucas Silveira, 
Código Z, Bastos, Braid, Jean Darrot e Pactus. A maioria destas grifes e estilistas 
lançou suas coleções na edição passada do GoFashion, valorizando a moda 
primavera/verão, e teve um resultado tão satisfatório que priorizou o 
lançamento da coleção outono/inverno nesta edição do GoFashion. 
As palestras, que também foram um ponto alto da última edição, 
também prometem reunir centenas de pessoas em torno de discussões atuais. 







A jornalista e consultora de moda Erika Palomino, por exemplo, dará uma
palestra sobre “A importância do novo”,  uma abordagem sobre o valor do 
novo universo da moda, do design e da contemporaneidade, além de novas 
ferramentas de pesquisa, para onde olhar e o valor da criação autoral nos 
dias de hoje.





Dudu Bertholini, stylist, consultor e um dos mais gabaritados estilistas
brasileiros de sua geração, ao lado de sua sócia e parceria de criação Rita 
Comparato, criaram uma moda conhecida pelas silhuetas marcantes e a 
estamparia exclusiva: a grife NEON. Roberto Davidowicz também será 
palestrante do GoFashion como dono de uma das grifes mais sofisticadas da 
alfaiataria com o despojamento do sportwear, a UMA.





O Café Coreto, por sua vez, trará as designers Eleonora Hsiung e Daniela
Ktenas, a Ilustríssima com arte em canecas, o Selo de Controle com o sapato 
retrô, o Lomography com máquinas fotográficas analógicas e a marca 
francesa de acessórios Pylones. A Rabiscaria, loja online que produz, em 
escala, as ideias de ilustradores, designers, artistas, fotógrafos, também estará 
enriquecendo o GoFashion. A Santana Têxtil, maior patrocinadora do evento, 
e o SEBRAE  – GO, além do Sindimóveis, Buffet Piquiras, Ateliê dos Grãos, 
Fabiana Queiroga Design e Leo Romano Arquitetura também são presenças 
marcantes na segunda edição do GOFASHION, o evento que traduz e 
apresenta em primeiríssima mão a moda goiana.





Jean Darrot – O grupo de estilistas da marca feminina e masculina traz o 
preview da coleção Inverno 2013 com inspiração no inverno europeu com 
listrados, animal print e muitas novidades. 





Braid – Assinado pelos estilistas Riusley Figueredo, Romena Santana e Janaína
Guimarães, a marca que atende o público feminino irá trazer para o 
GoFashion o preview da coleção Inverno 2013 com o tema „Segredo‟. 





Adevânia Silveira – A marca se classifica como slow fashion, pois não segue o 
calendário oficial da moda e produz peças femininas e em pequena escala. A 
jornalista Adevânia Silveira trará modelos exclusivos para o GoFashion com 
modelos cheios de imaginação. 





Lucas Silveira  - Buscando um novo conceito de moda, a marca se destaca 
por traduzir o universo lúdico da vida, criando irreverentes conceitos sobre a 
estética da sua própria época. O estilo da marca se expressa nos elementos 
artísticos que fazem parte do imaginário de Lucas Silveira, seu designer de 
criação. 





Bastos – A marca BASTOS se relaciona com o crescimento do estilista a cada
coleção, onde se preocupa em agregar diferentes valores para cada peça, 
que carregam detalhes e importâncias sentimentais. O público-alvo são 
jovens, homens, informados, que consomem moda consciente.




Pactus  – A marca que veste o público feminino tem como base a
sensualidade e originalidade e traz para o GoFashion como vestir mulheres 
urbanas, independentes e sedutoras. Sempre buscando o novo, o elegante e 
o descolado.





Código Z – Marca que atende o público masculino e feminino traz para o
Gofashion o jeans e as malhas. Com 21 anos de mercado, a Código Z se 
preocupa em conforto e estilo do jeans wear.





Serviço:


GOFASHION Outono/Inverno 2013 – Semana da Moda de Goiás
Local: Centro Cultural Oscar Niemeyer – Goiânia (GO)
Data: De 30 de janeiro a 01 de fevereiro de 2013
Horário: A partir das 16 horas
Desfiles: Adevania Silveira, Lucas Silveira, Código Z, Jean Darrot, Braid,                    
Pactus e Bastos
Palestras: Erika Palomino, Dudu Bertholini e Roberto Davidowicz
Pocket Show: Bruna Mendez e Cambriana
Inscrições para palestras: http://gofw.com.br/

Livre-se dos mosquitos

domingo, 27 de janeiro de 2013

Por Cida Oliveira para bebe.com.br

Saiba como proteger a criança das picadas, como tratá-las e conheça os tipos de mosquitos que podem transmitir doenças.

Segundo especialistas, seja qual for o mosquito, e independente de estarem contaminados por vírus, protozoários e outros parasitas, em geral as picadas têm efeitos nocivos na pele das crianças, em especial as menores, que ainda não têm o sistema imunológico desenvolvido. A pediatra Kerstin Taniguchi Abagge, presidente do Departamento Científico de Dermatologia da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), explica que uma picada pode desencadear reações agudas que vão desde um inchaço local, avermelhado, até fileiras de bolhas, seguida de inflamação, claro que sempre conforme o tipo do inseto e da sensibilidade da criança.

Membro da Sociedade Brasileira de Pediatria, a pediatra Adriana Tonelli, de São Paulo, lembra que, em geral, fazer compressas e lavar o local com água e sabão trazem alívio para a maioria das lesões. “Alguns casos, porém, requerem algum tipo de pomada ou antialérgicos orais que só o médico pode prescrever”, diz.

No entanto, é preciso estar sempre atento. Flavia Amendola Anisio de Carvalho, alergista e imunologista do Instituto Nacional de Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira (IFF), do Rio de Janeiro, destaca que uma picada torna-se motivo de preocupação quando a criança coçar o local e ali surgirem microbolhas que evoluem posteriormente para crostas, pus, vermelhidão, inchaço, calor local e muita dor. “Em casos assim o médico deve ser logo procurado para um tratamento adequado, geralmente à base de antibiótico local ou sistêmico”, explica. Em alguns casos mais graves, segundo ela, pode haver uma reação sistêmica à picada – a chamada reação anafilática. “É quando a reação deixa de ser localizada na região da picada e se espalha por outras áreas do corpo, causando inchaço nos pés, nas mãos, na face e nos lábios, causando falta de ar, queda de pressão e dor abdominal. Se não for tratada imediatamente, pode levar à morte”, ressalta a alergista. Se isso acontecer, é o momento de procurar uma emergência imediatamente.

A reação alérgica, em geral, ocorre assim que os mosquitos entram em contato com a pele. Antes de sugar, injetam a própria saliva na região. “É a essa saliva que o organismo reage”, explica Flavia. “Como as crianças menores não têm resistência à picada, são as mais suscetíveis a reações. Ao longo do tempo, a resistência aumenta e as reações tornam-se menos frequentes”. De todo modo, segundo ela, essas crianças devem ser acompanhadas por especialistas e sempre estarem protegidas da exposição aos mosquitos.

Como proteger as crianças dos mosquitos
- Os especialistas ouvidos pela reportagem são unânimes ao ressaltar que para prevenir todo esse incômodo – e muitas doenças – o mais importante é evitar a proliferação dos mosquitos.

- A principal medida é impedir o acúmulo de água parada – que constituiu grandes reservatórios de mosquitos.

- Barreiras à entrada dos mosquitos também ajudam, como telas nas janelas. Aliás, as janelas nunca devem estar abertas no início da manhã e no começo da tarde. Mosquiteiros também podem ser usados.

- Repelentes servem para diminuir a atração do mosquito pela pele. Podem ser aplicados na pele e roupas. A maioria desses produtos possuem na sua formulação DEET (designação genérica dada ao composto orgânico N,N-dietil-meta-toluamida e N,N-dietil-3-metilbenzamida). Concentrações superiores a 30% têm ação mais prolongada, porém, crianças menores de 2 anos devem utilizar repelentes com a concentração 10%, que conferem proteção por duas horas. Deve ser evitado o uso ao dormir. E, neste caso, o melhor é hidratar a pele com loção hidratante. Os repelentes devem ser aplicados pelo adulto, apenas nas áreas expostas, preferencialmente os liberados para uso em crianças e de apresentação em loção cremosa. Podem ser reaplicados a cada 4 a 6 horas, dependendo da necessidade e há a descrição de intoxicação pelo uso inapropriado ou ingestão acidental. Não é recomendado aplicar sobre ferimentos e se a criança tiver algum antecedente de reação alérgica ao próprio produto. Converse com seu pediatra para saber qual medicação ter à mão.

- Repelentes eletrônicos têm baixa eficácia e são contraindicados para crianças alérgicas a algum componente da fórmula. A permetrina é um inseticida que pode ser aplicado em telas, mosquiteiros, conferindo proteção maior que 90%, mas não pode ser aplicado diretamente na pele. É contraindicado para pacientes com alergia respiratória devido ao odor forte. E não deve ser colocado no quarto do bebê pelo risco de intoxicação.

- Roupas de manga comprida diminuem a área de exposição aos mosquitos, que são atraídos por odores, perfumes, suor, etc. Roupas de tecido mais grosso protegem mais. Existem em outros países, como nos Estados Unidos, roupas e mosquiteiros que já vêm tratados com substâncias repelentes.

- Também é importante o tratamento dos animais de estimação com produtos apropriados para que não transmitam pulgas ou carrapatos para os seres humanos.

- Os médicos recomendam o uso de roupas claras, já que cores vivas e brilhantes também atraem os insetos. Medidas simples como essas são importantes para que a estação mais alegre do ano sinônimo de aborrecimentos e complicações.

Os tipos de mosquitos
O tão esperado verão chega trazendo muito sol e calor. E como nem tudo é perfeito, há muita chuva e os indesejáveis mosquitos, que aproveitam as altas temperaturas e a água abundante para se proliferar. “O ciclo larval desses insetos ocorre em meio aquático, seja nos rios, no meio da vegetação ou em ambientes artificiais, como na água limpa parada em pratinhos de vasos ou acumuladas em pneus velhos”, explica o biólogo Ademir Martins, pesquisador do Instituto Oswaldo Cruz (IOC), vinculado à Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), do Rio de Janeiro.

Aedes aegyptio transmissor da dengue
É atualmente a maior preocupação das autoridades sanitárias em todo o país, em especial nas capitais e em toda a região sudeste. O mosquito transmite o vírus causador da dengue, doença infecciosa que tem como sintomas iniciais a febre, o mal estar, dores de cabeça e muscular, cansaço, calafrios, muita dor no corpo e vômitos e, em alguns casos, pode diminuir acentuadamente a pressão sanguínea. É a chamada dengue hemorrágica, que de hemorrágica pouco tem. Essa denominação, aliás, dificulta a sua identificação até mesmo pela pessoa doente, que fica esperando por hemorragias para procurar ajuda médica. O problema deve ser tratado rapidamente porque pode matar.
Outro vírus transmitido pelo Aedes é o da chamada febre amarela urbana, para a qual felizmente existe vacina. Do mesmo modo que o tipo silvestre, a doença tem como sintomas a febre, que pode ser baixa ou moderada, dores de cabeça e muscular que, na maioria dos casos, desaparecem em poucos dias. Em outros casos, porém, a melhora é seguida por uma fase de intoxicação, com febre alta, náuseas, vômitos, prostração, desidratação, dor abdominal, sangramentos e icterícia – que deixa a pessoa amarela devido à insuficiência hepática –, complicações essas que podem levar à falência renal e circulatória, colocando em risco a vida do doente.
Escuro e com marcações brancas nas pernas e no corpo, o Aedes prefere se reproduzir em água limpa e parada. Ataca em plena luz do dia, em especial no início da manhã e no fim da tarde, alimentando-se de sangue, geralmente das partes mais baixas do corpo, como pés e canelas. Mas isso não significa que ele deixe de picar à noite. Pelo contrário. Se uma pessoa estiver ao seu alcance, o oportunista pica mesmo se estiver escuro. Discreto, raramente é notado quando suga o sangue e, muito arisco, foge a qualquer movimento mais brusco da sua vítima.

Culex quinquefaciatus, o pernilongo
Aquele chato pernilongo doméstico, marrom, que incomoda o sono de todos com o seu zunido. E tal como o Aedes, se alimenta de sangue, passando a noite picando quem estiver com as partes do corpo expostas. Esse problema é mais comum em áreas urbanas, onde o saneamento básico tem sérias deficiências. É em águas sujas, preferencialmente ricas em material orgânico, que suas fêmeas depositam seus ovos. A atividade desse mosquito começa no entardecer e avança pela noite e madrugada, com seu pico por volta da meia-noite. Quando muito expostos às picadas, crianças e idosos são mais suscetíveis a processos alérgicos que provocam feridas na pele ou dermatites. Além desses incômodos, em algumas regiões do país o Culex ainda transmite vermes que se alojam nos vasos linfáticos, causando a filariose, mais conhecida como elefantíase. Na fase crônica da doença há inchaço e aumento excessivo dos membros inferiores. O mosquito pode transmitir ainda arboviroses, doenças que circulam entre roedores e macacos e que podem contaminar os humanos. Essa transmissão está se tornando cada vez mais comum com o crescimento do turismo ecológico, em regiões de matas, e as pessoas contaminadas carregam a doença para os centros urbanos. O Culex e o Aedes convivem em perfeita harmonia dentro das casas e costumam compartilhar os mesmos abrigos, como debaixo das mesas, detrás de móveis, entre cortinas e em nichos de estantes, por exemplo.

Borrachudo
Segundo Ademir, outro mosquito que não pode ser esquecido é o borrachudo (Similium sp.). O inseto, que lembra uma mosca, mas em tamanho bem reduzido, vive nas regiões de mata, onde há córregos e rios de água limpa e transparente nos quais preferem se reproduzir. Como se alimentam de sangue, não perdem a chance de picar os humanos. Uma picada muito doída, por sinal.

Anopheles, o mosquito que transmite a malária
Por incrível que pareça, ainda é grande a incidência da malária em regiões de floresta. A doença geralmente febril, com evolução aguda, é causada por um protozoário do gênero Plasmodium, transmitido pela picada da fêmea do mosquito Anopheles, que foi infectada ao picar uma pessoa contaminada. Mas como há circulação dos mosquitos transmissores nas regiões sul e sudeste, foram registrados casos em Santa Catarina, Paraná e São Paulo. Os sintomas, que surgem geralmente entre 9 e 40 dias depois da picada, são febre, mal estar, dores de cabeça e muscular, cansaço e calafrios. Segundo o Centro de Informações em Saúde para Viajantes da Universidade Federal do Rio de Janeiro, a infecção pelo Plasmodium pode prejudicar os rins, pulmões e o cérebro, podendo levar ao coma e morte. Grávidas e crianças têm maior risco de desenvolver formas graves da doença.

Barbeiro
Outro problema que parecia resolvido é a doença de Chagas, ainda comum em localidades do interior do país. É causada por um protozoário chamado Trypanosoma cruzi, transmitido pelas fezes de um percevejo conhecido como barbeiro. A transmissão ocorre quando, ao ser picada, a pessoa coça o local, abrindo caminho para a passagem das fezes contaminadas pelo protozoário para a corrente sanguínea. Mas pode também ocorrer por transfusão de sangue contaminado e durante a gravidez, da mãe para filho pela placenta. Quando cai na circulação sanguínea, o Trypanosoma cruzi afeta os gânglios, o fígado e o baço. Depois se aloja no coração, intestino e esôfago. Nas fases crônicas pode destruir a musculatura desses três órgãos, causando o aumento irreversível do seu tamanho e complicações permanentes.
Conforme lembra o biólogo Ademir Martins, do IOC/Fiocruz, recentemente foram registrados casos da infecção por Chagas em grandes cidades das regiões sul e sudeste, em pessoas que tomaram caldo-de-cana ou comeram açaí contaminados. “Muitos barbeiros vivem na palmeira do Açaí”, diz. Febre, mal-estar, inflamação e dor nos gânglios, vermelhidão e inchaço nos olhos são os principais sintomas. Em geral, a febre desaparece em alguns dias e a pessoa nem desconfia que o parasita possa estar alojado. Ao contrário do que se pensa, o inseto não vive apenas nas frestas das casas de pau-a-pique, mas também em ninhos de pássaros, tocas de animais, casca de troncos de árvores e embaixo de pedras.

Cuidados na hora de perder peso no pós-parto

sábado, 26 de janeiro de 2013

Por Noeli Russo para Cláudia Bebê

Perder peso depois da gravidez é importante e desejado. Desde que não fique à frente da amamentação e dos cuidados com o bebê
Nada é mais importante na vida da mãe do que cuidar de seu bebê, amamentá-lo, atender às necessidades dele. E nada dá mais prazer que desfrutar plenamente de seu filho durante toda a licença-maternidade, aproveitando o privilégio de estar presente e poder acompanhar cada pequena, mas significativa, evolução em seu crescimento. Certo? Não necessariamente. Nesses tempos modernos, a ditadura do corpo magro e sexy tem vencido a batalha contra o bom senso, a ponto de um número cada vez maior de mulheres priorizarem perder peso e voltar à silhueta de uma não mãe. A pressa exagerada para emagrecer e apagar a imagem de gestante tem sido detectada em consultórios médicos de norte a sul do país e por outros profissionais que acompanham a gravidez e os primeiros meses pós-parto. Essa cobrança parte, na maioria das vezes, das próprias mulheres, que percebem de maneira distorcida que estão perdendo um “capital” precioso com os quilos remanescentes da gestação: um corpo magro. “A maior motivação é responder à cobrança social de desfilar em forma. Ter um corpo magro e sexy, no Brasil, é considerado um capital. Muitas fazem loucuras em busca dele. Não pensam na saúde, e sim na forma física”, explica Mirian Goldenberg, antropóloga e professora da Universidade Federal do Rio de Janeiro, autora de vários livros sobre comportamento humano.

Parte dessa neura em eliminar qualquer traço da gravidez vem da maneira distorcida com que algumas mães recém-paridas avaliam o desempenho de celebridades no pós-parto. Mães de carne e osso tentam ficar como aquelas de comerciais de tevê, como modelos e atrizes que surgem depois da maternidade magras e com formas às vezes ainda mais bonitas do que antes. “O conceito de imitação prestigiosa é importante para entender esse movimento. Mulheres comuns imitam mulheres de prestígio, sucesso, poder, mesmo inconscientemente. Porque as segundas se tornam modelos de corpo e de felicidade para todas as outras. Se dois ou três meses depois já desfilam sorridentes de roupas justas e até de biquíni, com o corpo de antes da gravidez, fazem as mulheres comuns pensarem: então eu também posso!”, complementa Mirian. “Só que não dá para sacrificar o vínculo importantíssimo com seu bebê em nome da boa forma. Além disso, celebridades têm um exército de profissionais à disposição: babá, nutricionista, cozinheira, personal trainner. Toda a assistência e dinheiro para seguir à risca dieta saudável e recuperar o corpo, que é seu material de trabalho”, afirma a psicóloga Glaucia Guerra, do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP. E completa: “Lembrando que a maioria delas, antes de engravidar, já adotava dietas e rotina de exercícios físicos para manter a forma. Ou seja, não tem milagre. O corpo dessas celebridades já funcionava de maneira diferente. Enquanto várias precisam do corpo para trabalhar, as demais mulheres precisam de um corpo saudável e de se cobrar menos”.

Bebê x balança
Por que as mães que procuram emagrecer a qualquer custo depois do parto estão quebrando um vínculo importante com o filho? “Nunca o bebê vai precisar mais da mãe do que nesses primeiros meses. Seu foco principal deve ser este: cuidar da criança que gerou. Depois, ela terá todo o tempo do mundo para encarar uma dieta mais restritiva, se for o caso. O bebê deve ser a prioridade, e não a balança!”, fala Glaucia. A professora de yoga e fundadora do Centro Integrado de Yoga, Meditação e Ayurveda em São Paulo, Márcia de Luca, vai mais longe. Para ela, todo o stress que a mulher enfrenta por causa dessa cobrança vai desequilibrá-la e tornar ainda mais lento o processo de perda de medidas. Márcia sugere que as mães rompam com esse padrão autoimposto. “A gestação não leva somente nove meses, continua após o parto. A mãe deve se preocupar em amar e acalentar esse bebê para que a transição do útero para a vida fora da barriga seja suave. A criança deve se sentir amada, amparada, protegida. A mãe deve se dedicar muito mais a ela do que em recuperar a forma física a jato.”

Não há estudos conclusivos, mas uma das premissas com as quais os profissionais de saúde têm trabalhado é a de que a cobrança excessiva para recuperar o corpo magro pode contribuir para aumentar o número de mulheres que apresentam depressão pós-parto.

“Hoje, uma em cada dez mães tem depressão pós-parto. E a necessidade exagerada de perder peso rapidamente pode contribuir para criar ou complicar esse quadro”, afirma Mario Galletta, professor de Obstetrícia da Faculdade de Medicina da USP.

Ele diz perceber em seu consultório cada vez mais gestantes que, antes mesmo do parto, já se mostram aflitas para perder peso. “Não estou dizendo que a mulher não deve querer ficar bonita. Mas, se nem o bebê tira o foco desse objetivo, algo está errado.”

A primeira vítima de dietas e séries de exercícios muito puxadas no pós-parto é o bebê. “Adotar cargas exageradas e rotinas desgastantes é o primeiro passo para que o leite seque. Algo extremamente arriscado, pois o bebê poderá perder a fonte de alimento mais importante nessa fase da vida. A alimentação da mãe deve ser rica e variada, para que esse leite seja o mais forte possível. Algum excesso de peso corporal é a garantia de haver leite materno, que é composto basicamente de proteína e gordura. Não sabemos ainda como essas dietas exageradas afetam a qualidade do leite e o desenvolvimento da criança. Vale arriscar prejudicar seu próprio filho?”

Fazer o que os antigos chamavam de resguardo (quando as mulheres ficavam por 40 dias focadas em sua recuperação e no bebê, excluindo os exageros), parece ser uma opção para combater a loucura do regime drástico.

“Tenho uma concepção bem diferente da que o mundo está ‘domesticado’ a acreditar sobre o parto e o pós-parto”, diz Márcia de Luca. “A gestação é um momento sagrado na vida da mulher. A mulher deve procurar se interiorizar, ficar quieta, repousar, meditar o máximo que puder. É importante que ela saiba que pode dar ao bebê um começo mágico no útero para que ele tenha uma vida encantada enquanto adulto.”

Dieta saudável
Uma mãe recente pode comer sem medo 2.000 calorias por dia (cerca de mil já vão embora na amamentação). Ficar longe de frituras, carnes gordas, chocolate ao leite, álcool e doces evita cólica no bebê e ajuda a eliminar aos poucos o peso. “Faça seis refeições. o café da manhã pode incluir uma fonte de carboidrato integral, como pão integral, e uma proteína, peito de peru ou mesmo ovo mexido”, diz Vanderli. Entre o café da manhã e o almoço, vai bem suco de fruta com uma colher da semente mexicana chia. O almoço deve ser farto, com arroz, feijão (ou lentilha), carne magra e legumes e vegetais sempre. o lanche da tarde pode ter pão integral com geleia ou mel e um iogurte (ajuda na digestão). Uma sopa bem completa, com macarrão, legumes e uma salada, vai garantir que o organismo se mantenha em funcionamento estável à noite. Uma barrinha de cereal antes de dormir... e, pronto, a mãe está preparada para encarar as mamadas noturnas. não corte nenhum tipo de nutriente. Carboidratos calibram o humor, ajudando a combater a depressão pós-parto.

Faça com moderação
 Patrícia Marques, fisioterapeuta e coordenadora do Espaço Gestante, da Academia Stella Torreão, no Rio de Janeiro, dá as dicas sobre atividades físicas no pós-parto:
- As mulheres no pós-parto, desde que liberadas pelo médico, podem e devem realizar atividades físicas de forma contínua e gradual, respeitando o momento de aleitamento e a recuperação do parto realizado.
- Os exercícios mais recomendados são os que não produzem impacto, alongamentos e trabalho aeróbio com o objetivo de redução de peso e melhora da circulação.
- No pós-parto imediato, não é recomendável carregar pesos. Quando o parto é realizado por cesariana, o tempo de cicatrização é mais demorado e é preciso maior cuidado quanto a sobrecargas nas primeiras semanas.
- As atividades que a mulher deve evitar no pós-parto imediato são aquelas que envolvem diretamente posturas inadequadas e aquelas que requerem muito desgaste físico.

Para aniversariantes de Janeiro um café da manhã especial by Iusaas Joalheria Contemporanea

sexta-feira, 25 de janeiro de 2013


Você faz aniversário em Janeiro??

Pensando em Você, queremos lhe Oferecer um Café da Manhã Especial neste Sábado, dia 26/01/2013.

Compartilhe e Ganhe!
Convide para Comemorar com você, três, ou mais Amigas e Ganhe um Mimo Carinhoso da IUSAAS.

*Aguardamos confirmação de presença!

*Solicite um convite exclusivo pelo email: contato@iusaas.com.br

Secult Goiânia promove o 12º ENCONTRO DE FOLIAS DE REIS

Por SECULT/Goiânia

“Caixas e Pandeiros em Louvor” é o tema do 12° Encontro de Folias de Reis em Goiânia, promovido pela  Secretaria Municipal de Cultura, Secult  Goiânia, no Domingo, dia 27 de Janeiro de 2013, na Matriz de Campinas.

A partir das 6h, inicia a programação que reunirá centenas de foliões,  com mais de 50 grupos de folia de Goiânia e do interior de Goiás. Da capital, estarão representados  aproximadamente 24 setores, entre eles Novo Horizonte, Nova Vila, Santos Dummont, Jardim Primavera e Jardim Aroeiras. 

Também vão participar grupos de cidades goianas, como Petrolina de Goiás, Cidade de Goiás, Itaguari de Goiás, Jaraguá, Rialma, Caldas Novas, Nerópolis e Itaguaru. A longa lista de integrantes inclui crianças, adolescentes, adultos e idosos que vão começar a se reunir a partir das quatro da matina. 

A Missa dos Foliões será às 7h. Às 8h, haverá abertura oficial e início das apresentações. Ao meio-dia será servido o almoço tradicional e os desfiles prosseguem das 14h às 18h.

O professor Jadir Pessoa, integrante da Comissão Goiana de Folclore e colaborador, no texto de apresentação do evento, observa que em edições anteriores foram reverenciados os personagens centrais da cena da Visitação.
 
"Foram lembrados o próprio Menino Jesus, os Magos do Oriente e os Pastores. Também já evidenciamos a Viagem dos Magos, a Estrela do Oriente e a figura mais popular e carinhosamente lembrada por todas as gerações, que é o palhaço e seus tantos nomes. É justo, agora, homenagearmos toda a instrumentação das folias, que garante a boa execução das cantigas e se soma com as vozes e a fé do povo no louvor dos foliões e devotos ao Deus Menino", frisa. 

Ele observa o porquê  do encontro destacar a  importância dos instrumentos básicos da percussão em todas as folias: a Caixa e o Pandeiro. "Mais que o ritmo da música, esses dois instrumentos significam o pulsar dos corações na emoção da festa. Marcam o tempo da música, o tempo de todo folião se juntar ao seu grupo e o tempo de cada devoto se lembrar de suas obrigações para com o santo de devoção", conclui. 
                      
 
12° Encontro de Folias de Reis

Com grupos de Goiânia e do interior de Goiás

Domingo, 27 de Janeiro de 2013

Matriz de Campinas, a partir das 6h



PROGRAMAÇÃO

Dia 27/01 (Domingo)

6h – Alvorada Festiva
7h – Missa dos Foliões
8h – Café da manhã para os foliões e público presente 
9h – Abertura Oficial
                 Apresentação da Orquestra Raízes de Violeiros (Pontalina)

9h30– Apresentação dos Grupos de Folia 
13h – Almoço 
14h – Apresentação dos Grupos de Catira 
                 Catira Feminina Orgulho Caipira
                 Grupo de Folia Filhos da Rosa
                 Irmãos Florêncio (Jaraguá)

14h30 – Apresentação dos Grupos de Folia de Reis
19h- Encerramento 

Cânticos da Missa

ABERTURA
Grupo de Folia de Reis Associação Cultural do Brasil, Nova Vila, Goiânia.

PENITENCIAL 
Grupo de Folia de Reis de São Miguel do Araguaia.

LOUVOR
Grupo de Folia de Reis da Fazenda Santa Rosa, Guaraita.

ACLAMAÇÃO DO EVANGELHO 
Irmandade dos Três Reis Santos de Jaraguá

OFERENDA
Grupo de Folia de Reis Capitão Olídio, Universitário, Goiânia

SANTO
Grupo de Folia de Reis Montes das Oliveiras, Vila Brasília, Goiânia

COMUNHÃO
Grupo de Folia de Reis Todos os Santos, Santo Antônio da Esperança 

DESPEDIDA
Grupo de Folia da Aroeira, Jardim das Oliveiras, Goiânia

GoFashionWeek: Erika Palomino estará entre os palestrantes.

quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Por Assessoria GO Fashion Week
Erika Palomino é uma profissional que há mais de duas décadas não passa despercebida no mundo da moda e estará presente no GoFashion Outono/Inverno 2013. No dia 30 de janeiro ás 17h, no Centro Cultural Oscar Niemeyer, acontece sua palestra sobre a importância do novo no universo da moda, do design e da contemporaneidade, como identificar o novo, as ferramentas para a pesquisa, para onde olhar e o valor da criação autoral nos dias de hoje.
As inscrições serão gratuitas, assim como a entrada de todo evento. Lembrando é claro da importância de garantir anteriormente os convites para os desfiles nas lojas participantes. 
Jornalista, consultora de moda, mãe de dois filhos e de diversos projetos como o caderno Moda, a revista Moda que editou por quatro anos e o Atitude,  que em 93  acompanhou o boom da moda tupiniquim. Esteve no jornal Folha de São Paulo por dezessete anos assinando a coluna Noite Ilustrada; escreveu dois livros, Babado Forte (1999), o qual trazia uma retrospectiva da noite e moda no Brasil na década de 90; A moda (2001), utilizado por alunos de moda de todo país.
Em 2001 também lançou seu site Erika Palomino com foco principal na moda, mas nem por isso deixava de abordar música e comportamento do mainstream nacional. Em 2005 inaugurou a House of Palomino, local onde esteve a redação do seu site e da revista Key, da qual também foi editora até 2009.
Edita desde 2005 o SPFW Journal, que circula durante todos os dias do evento de moda. Foi também, colunista da Vogue e Vogue RG, além de já ter colaborado com todas as mais importantes publicações brasileiras e algumas internacionais. A Harper’s Bazaar americana a considera uma “Detetive de Tendências” e o Style.com como a mais importante jornalista de moda do Brasil.
É colunista da IG desde 2010, cobriu as mais importantes temporadas de moda, lançando grandes nomes como Alexandre Herchcovitch, Paulo Borges, Johnny Luxo, Ana Hickmann, entre outros. Nessa época, também teve a oportunidade de entrevistar personalidades da moda nacional e internacional, entre elas Alexander McQueen, Kate Moss, Linda Evangelista, Marc Jacobs e Madonna.
Na televisão integrou, desde a primeira temporada, o corpo de jurados do “Brazil´s Next Top Model”, exibido pelo Canal Sony. Também em televisão, foi responsável pela pauta e coordenação editorial do extinto MTV a Go-Go, primeiro programa de Moda da emissora, apresentado por Claudia Liz.
Erika Palomino ainda atuou, por três anos, como consultora da marca O Boticário e há nove anos é contratada como consultora da marca Melissa.
Se você atua na área ou tem interesse por moda não pode perder essa palestra com o grande ícone da moda brasileira!

Comemorando um ano de a nova cara da opinião

quarta-feira, 23 de janeiro de 2013


Hoje o Patricia Finotti Opinião comemora um ano de cara nova. Um ano repleto de muito sucesso, homenagens, novas parcerias, e claro muito trabalho.

Sou muito feliz por ter pessoas tão bacanas comigo nesta jornada. Família maravilhosa que apoia tanto. Parceiros sempre presentes. Leitoras e leitores que curtem papo de Mothern e a cada dia enriquecem esta revista eletrônica com  comentários e sugestões de posts.

Para comemorar, a minha querida Amandica, do www.amandicaindica.blogspot.com.br, uma das pessoas que sempre incentivou o Patricia Finotti Opinião, propôs uma promoparceria, muito interessante. Com essa proposta quem está comigo, e fechar com ela, terá muitas vantagens também: http://amandicaindica.blogspot.com.br/2013/01/promoparceria-amandica-indica-e.html .

E para todos vocês, o meu bolinho preferido, criado especialmente para essa cara nova by Mixtoo Design, feito pela Oficina du Açúcar.

500 Gucci na minha Wish List



Dois ícones da tradição Italiana, a grife Gucci, bolsas, sapatos, roupas maravilhosos. Uhmmm!!! E um 500 da FIAT. Nossa, não é um privilégio? Que luxo! 

Pois é o 500 by Gucci foi criado em 2011 para celebrar os aniversários de 90 anos da Gucci e de 150 anos da unificação da Itália, e vem em duas cores: preta e branca. 

Na cor preta, alguns detalhes recebem acabamento cromado, enquanto que o interior mescla tons de preto com branco. No caso do 500 branco, os detalhes cromados ganham acabamento acetinado e o interior preto recebe apliques que simulam marfim. Ambos evidenciam as icônicas faixas verde e vermelha. Estas que também estão presentes nos cintos de segurança, marca registrada da Gucci desde 1950, e nos bancos, estes feitos com o chiquérrimo couro pelle frau. 

O monograma GG, está gravada nas rodas, encosto dos assentos e câmbio  Além da assinatura da marca vir em letra cursiva nas laterias e porta mala. Uauuu!!!

As rodas de 16 polegadas com desenho nitidamente retrô e calotas com a logo da grife. 

Um verdadeiro ítem de Wish List. Aqui o preço será por até R$ 60 mil, dizem alguns sites especializados em autos e Fiat. Entretanto, pelas minhas pesquisas, não há data para chegar por aqui. Vamos acompanhar em: http://www.fiat.com.br/monte-seu-carro/conheca/301/FIAT+500+2013/

5% na Promoparceria Velas Finotti e Patricia Finotti Opinião

terça-feira, 22 de janeiro de 2013


A Promoparceria para as leitoras do Patricia Finotti Opinião com Velas Finotti continua. Agora além das  velas, aromatizadores de ambiente, sabonetes e Kits Velas Finotti, a leitora também encontra caixas e quadros. Na compra de qualquer produto, a leitora identificando que viu aqui a promoparceria, tem 5% de desconto. 

Os empresários Nilo, Beth Finotti e parceiros, estão no Flamboyant Shopping Center, até o dia 31 deste mês, no quiosque perto do Bradesco, no primeiro piso.

A promoção somente é válida até o dia 31 de janeiro. Eu já fui, conferi e trouxe muitas novidades. Então, não percam!!!

Dicas para ajudar o seu filhote a estudar melhor

segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Volta as aulas, e a rotina de estudos ficou fora da programação. É preciso organizar tudo e criar uma nova rotina para o sucesso do final deste ano. 

Aqui algumas dicas para você Mothern, super atarefada, mas, que não deixa de estar presente sempre na vida do filhote:

- Um espaço para o estudo

O espaço escolhido para o estudo ajuda muito na hora de executar as tarefas escolares. Ou até mesmo pode atrapalhar. Por isso, fique atenta.

Escolha um ambiente confortável, com boa iluminação, ventilação e temperatura agradável. Evite sons que possam atrapalhar o estudo, desligando televisores e rádios. 

A organização e limpeza deste é ambiente são primordiais para o exito na hora das tarefas e estudo.

Altura da mesa e das cadeiras auxiliando na postura correta ao sentar vão favorecer com que o estudante não sinta cansado, ou relaxado demais.

Organize neste espaço todo material necessário para a realização das tarefas propostas. Interrupções na procura deste material causa dispersão e assim atraso na finalização das tarefas.

- A rotina 

Ter uma rotina para realizar tarefas é muito importante para que se torne um hábito agradável no trabalho das mesmas. Faça a programação de estudos da semana, com horários e limites a serem cumpridas as tarefas.

A cada dia veja quais as lições daquele dia a serem executadas, e quando a serem entregues, para organizar tudo dentro do cronograma da semana.

- Apoio familiar

Eu já entendia a importância de que nossos filhos necessitam de serem assistidos em todos os aspectos de sua vida, por nós pais. No final do ano passado, as professoras de meu filho, reafirmaram isto, concluindo que o sucesso dele, devia e muito a assistência integral que disponibilizamos à ele.

Assim, envolva nos estudos dos seus filhos. Procure realizar as suas atividades juntos às deles, sendo  tarefas que são a fins as dele. Como exemplo, ele lendo um livro, e você uma matéria em uma revista, que seja pertinente ao seu trabalho. 

Estimule o a rever sempre a lição e tarefas antes de finalizá-las. Se houver erros, auxilie o a procurar o acerto sozinho. Não brigue se errar!

Entre em harmonia com a didática da escola e do professor. Em casa siga esse parâmetro. Porque fazer diferente do ensinado? Afinal, a escola escolhida, suponho que siga a mesma linha de ensino que os pais tem em casa, não é? Se não, não a teria escolhido para acolher o seu filho.

Estar atento a tudo o que é feito em casa e na escola, é essencial para entender o que está sendo cobrado e oferecido. Isso ajuda o seu filho a atender melhor todo o processo de aprendizagem e ainda é possível detectar onde está havendo falhas, e então solucioná-las.

Converse sempre com todos os encarregados da escola. Se discordar de algo, questione, entre em acordo. Se não resolver, o melhor é rever essa escolha.

Sempre elogie e valorize o esforço, e sucesso de seus filhos. Como é bom receber ... Parabéns!  Muito bem! Excelente!  Um pequeno mimo também é muito bom. Até hoje meu pai faz questão de que eu lhe mostre meus certificados e "diplomas" de honrarias que recebo. Esse estímulo faz com que eu sempre queira estar presente em cursos para reciclagem, congressos, além, de esforçar mais sempre.

Espero que com essas dicas, a rotina e o sucesso no estudo de seus filho sejam sempre evidentes. Até a próxima!